Novo atentado à bomba na Rússia deixa 15 mortos

Segundo informações preliminares, 23 pessoas ficaram feridas em decorrência de um novo atentado à bomba na cidade russa de Volgogrado
 

Pelo menos 15 pessoas morreram nesta segunda-feira (30/12) e 23 ficaram feridas em decorrência de um novo atentado à bomba na cidade russa de Volgogrado, informou o vice-governador da região, Valisi Galushkin. Segundo ele, o balanço é preliminar.

 

O artefato explodiu, esta manhã, no interior de um trólei (meio de transporte comum nas cidades russas) do sistema de transporte público de Volgogrado, que ficou completamente destruído. O porta-voz do Comitê de Instrução russo, Vladimir Markin, confirmou se tratar de um atentado terrorista e anunciou a abertura de um inquérito.

 

O Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia adiantou que os primeiros dados indicam que o atentado não foi provocado por um terrorista suicida, mas que a bomba foi colocada no interior do trólei, que se dirigia para o centro da cidade. Este atentado é o segundo em menos de 24 horas em Volgogrado: no domingo (29/12) uma explosão em uma estação de comboios de Volgogrado foi causada por uma mulher-bomba.

 

Volgogrado, antiga Estalinegrado, foi cenário em 21 de outubro do atentado mais grave ocorrido na Rússia nos últimos anos, quando um terrorista suicida oriundo do Cáucaso matou seis pessoas. O atentado levantou dúvidas quanto à segurança dos Jogos Olímpicos de Inverno na cidade de Sochi, perto de Volgogrado, que devem começar em fevereiro.

 

Agência Brasil

0 comentários