Dom Orani é nomeado Cardeal

Bispo do Rio é um dos 19 novos nomes divulgados pelo Papa Francisco
 

O arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta foi escolhido como cardeal pelo Papa Francisco. O anúncio dos 19 nomes foi feito na manhã de domingo (12/01) no final da Oração de Ângelus, feita na basílica de São Pedro no Vaticano. Ao falar o nome do bispo o houve uma grande comoção na praça, o que levou o Papa afirmar que havia um grande número de brasileiros entre os fieis presentes. Vale lembrar que Dom Orani está entre os 16 cardeais que possuem direito de voto na hora de escolher um novo pontífice.

Arcebispo_-Dom-Orani-Tempesta

 

Os cardeais atuam como conselheiros e auxiliam o papa nas decisões que dizem respeito a igreja católica. A maior proximidade com o Papa aconteceu durante a Jornada Mundial da Juventude, que foi considerada um sucesso.

 

“Se já tenho a missão universal de cuidar de toda a igreja, como cardeal terei mais ainda. Além dos trabalhos que continuo a fazer no Rio de Janeiro, tenho que assessorar o santo padre”, disse Orani.

 

Dom Orani ressaltou que a sua nomeação como cardeal é uma honra e agradeceu à torcida dos fieis pedindo a todos que rezem para que ele desempenhe bem sua função.

 

Segundo dom Orani, as decisões do cargo têm reflexo sobre a sociedade, independente da religião, pela influência da Igreja Católica no mundo contemporâneo. “Minha missão não é só importante para Igreja, mas é para mundo inteiro, porque a Igreja tem uma influencia muito grande na nossa sociedade”, destacou.

 

Ao chegar para uma celebração religiosa na Igreja Paróquia da Ressurreição, em Ipanema, zona sul do Rio, dom Orani disse que a designação, a 20ª de um brasileiro à cardeal, é uma grande responsabilidade.

 

O religioso foi o único brasileiro promovido pelo papa Francisco.

 

Perguntado sobre a influência de sua atuação na Jornada Mundial da Juventude para a escolha de Franscisco, dom Orani lembrou que a cidade do Rio sempre teve um cardeal, mas que a visita do pontífice, em julho de 2013, contribuiu.
“Não tenho dúvida de que a proximidade com o santo padre fez uma diferença grande, porque ele conheceu o Rio e a beleza do povo carioca”, reconheceu.

 

0 comentários