Papa encoraja católicos a manifestarem solidariedade via internet

A mensagem com o título A Comunicação ao Serviço de uma Autêntica Cultura do Reencontro, fala sobre o fenômeno das redes sociais em um tom confiante
 

O papa Francisco pediu nesta quinta-feira (23/01) que católicos sejam “cidadãos digitais” construtivos ao usarem a internet, que definiu como um “dom de Deus”, para manifestar solidariedade. O papa argentino publicou nesta quinta-feira sua primeira mensagem sobre comunicação social, em uma tradição anual pela festa de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

 

A mensagem com o título A Comunicação ao Serviço de uma Autêntica Cultura do Reencontro, fala sobre o fenômeno das redes sociais em um tom confiante. “A Internet pode oferecer mais possibilidades de reencontro e de solidariedade entre todos, o que é uma coisa boa. Para ele, a Igreja deve empenhar-se para levar ao homem ferido, pela via digital, o óleo e o vinho: “Que a nossa comunicação seja um óleo perfumado para a dor e um bom vinho para a alegria”, disse o papa.

 

Na mensagem, o pontífice lembrou que a exclusão, a desorientação, o condicionamento, a doença e a ignorância do outro podem existir também na Internet. O papa Francisco é seguido por mais de dez milhões de cibernautas na rede social Twitter.

 

Agência Brasil

0 comentários