Presidente do COI diz que atletas só poderão protestar na imprensa durante Jogos de Sochi

Thomas Bachfez um alerta a atletas dos jogos de Sochi 2014 por fazerem declarações no pódio contra a lei russa
 

Thomas-Bach-olympics.org_

Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional, fez um alerta a atletas dos jogos de Sochi 2014. Na segunda-feira (28/1), ele informou que eles poderão ser punidos por fazerem declarações no pódio contra a lei russa antiga ou questões de direitos humanos, advertindo que tal posição apenas será aceita em entrevistas à imprensa.

 
 
 
 
Segundo a Reuters, o presidente esclareceu que, de acordo com as normas dos Jogos, manifestações políticas nos locais dos eventos não são permitidas. “Está muito claro que os Jogos não podem ser usados como uma plataforma para manifestações políticas, não importa o quão boa seja a causa”, declarou.

 
 
 
“O COI irá adotar, se necessário, decisões com base em casos individuais. Por outro lado, está também claro que os atletas têm liberdade de expressão, por isso, se em uma entrevista à imprensa eles quiserem fazer comunicados políticos eles são totalmente livres para isso”, acrescentou.

 
 
 
Ao questionarem se ele estava estimulando os atletas a manifestaram suas posições em entrevistas à imprensa, em vez de fazer isso no pódio, Bach disse: “Se você está tirando essa conclusão, não direi nada contra isso”.
 
 

0 comentários