Artistas ilustram as paredes do Garagem Gamboa

Trabalhos de Gabi Carrera, Antônio Guedes e dos coletivos NOSOTROS e BELELÉU ficam expostos até o final de março
 

Três grandes murais de artistas como Gabi CarreraAntônio Guedes e os coletivos NOSOTROS e BELELÉU, através de Victor MarcelloTiago Elcerdo e Stêvez, ilustram até o final de março as paredes do Garagem Gamboa, novo espaço do instituto Galpão Gamboa, do ator Marco Nanini e do produtor Fernando Libonati, destinado shows, festas, residências artísticas e afins. Os trabalhos, compostos por colagens, ilustrações e fotomontagens, integram o projeto artístico Gamboavista 2 e podem ser conferidos durante a programação do Garagem Gamboa e do teatro Galpão Gamboa.

 

 

A fotógrafa Gabi Carrera apresenta o mural “Pangeia”, novo trabalho que tem origem na série anterior “bAbEl no pApEl”, exposta por ela em Parary (2010) e no Rio (2012). Nele, a artista criou um enorme mapa-múndi a partir de recortes de mapas publicados em jornais de diversas partes do mundo. Um jornal árabe publica um mapa dos Estados Unidos no mesmo dia em que um mapa da Colômbia é publicado na China. Na Pangeia contemporânea proposta por Gabi Carrera as fronteiras são, sobretudo, linguísticas.

 

O carioca Antonio Guedes apresenta o mural “Absorção”, com um mix de ilustração e fotomontagens. Através de imagens da internet, livros científicos e quadrinhos comprados em sebos, o artista realiza intervenções com ilustração, traços e cores novas, criando imagens contemporâneas e originais.

 

Três ilustradores: Victor Marcello, do coletivo NOSOTROS (projetonosotros.com), Tiago Elcerdo e Stêvez, do coletivo BELELÉU (revistabeleleu.com.br); se unem para a criação do mural na Gamboa, que se utiliza da forma bruta do espaço e interage com ele. A divisão, a meia altura, da parede, sugere o horizonte e o oceano onde flutua um emblemático iceberg geométrico. Dele, desprendem-se objetos improváveis, numa falsa explicação que abre margem às mais diversas interpretações.

 

Sobre o Gamboavista 2

Sucesso em 2011, o projeto artístico Gamboavista volta ao Galpão Gamboa para reapresentar importantes espetáculos que já passaram pelos palcos da cidade, novos murais assinados por artistas, além de shows de música. Entre os meses de novembro de 2012 e abril de 2013, o espaço dirigido por Marco Nanini e Fernando Libonati, recebe a programação que conta com a curadoria de Cesar Augusto. 

Sobre o Galpão Gamboa:

O Galpão é um espaço para a experiência da liberdade cultural, das trocas afetivas que a convivência social proporciona. O projeto reúne cultura, esporte e saúde atestando seu compromisso com o bem-viver e a responsabilidade social oferecendo aos frequentadores, o que lhes é de direito e preciso para se tornarem cidadãos.

O Teatro do Galpão Gamboa foi inaugurado em agosto de 2010, com o espetáculo “Pterodátilos”, de Nick Silver, com direção e adaptação de Felipe Hirsch e Marco Nanini e Mariana Lima no elenco. Com a primeira edição do GAMBOAVISTA e o projeto Rota Gamboa, o espaço já recebeu mais de 40 montagens, entre teatro adulto e infantil. Dentre os destaques: “Talvez”, “Gaivota – Tema para um conta curto”, “A mulher que escreveu a bíblia”, “Amor confesso”, “Ninguém disse que seria fácil”, “O Filho eterno”, “R&J Juventide interrompida”, entre outros.

Serviço:

Garagem Gamboa
Rua da Gamboa, 277 – Centro – RJ
Galpão Gamboa – Teatro
Rua da Gamboa, 279 – Centro
Telefone: (21) 2516-5929

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
RPM Comunicação

0 comentários