Comitiva finaliza plano estratégico da Jornada Mundial da Juventude

Durante a JMJ, serão contratados policiais através do Regime Adicional de Serviço (RAS). A intenção é reunir esforços para o grande evento
 

Membros dos governos federal, estadual e municipal participam até o dia 26 de janeiro, em Roma, na Itália, de reuniões com representantes do Vaticano para finalizar o planejamento estratégico que está sendo preparado para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontece de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro. A comitiva brasileira irá alinhar ações em diversas áreas, principalmente no setor da Segurança Pública, por conta da chegada do Papa Bento XVI, que vai participar de diversos eventos na cidade.

 

De acordo com o subsecretário extraordinário de Grandes Eventos da Secretaria de Segurança, Roberto Alzir, a viagem é fundamental para a troca de informações e o entendimento das exigências feitas pelo grupo que coordena a vinda do Papa.

 

– Nosso intuito é fazer um trabalho consistente para propiciar um ambiente mais seguro para a Jornada Mundial da Juventude. Será um grande evento que terá o esforço integrado de todas as esferas do poder público, reunindo órgãos como as polícias Federal, Rodoviária, Militar e Civil, as Forças Armadas e a Guarda Municipal – afirmou Roberto Alzir.

 

Estudo de segurança da Região Metropolitana

 

Durante a JMJ, serão contratados policiais através do Regime Adicional de Serviço (RAS). A intenção é reunir esforços para o grande evento. O Governo do Estado já realiza estudo de segurança aprofundado na Região Metropolitana do Rio para identificar as áreas que necessitarão de maior policiamento para o grande evento. A ferramenta, chamada de Mapa de Georreferenciamento, serve para orientar as ações estratégicas.

 

Governo do Rio

0 comentários