Homicídio Doloso atinge o menor número no mês de novembro em 21 anos

O acumulado dos 11 primeiros meses de 2012 registrou o menor número de vítimas desde 1991
 

 

O acumulado dos 11 primeiros meses de 2012 registrou o menor número de vítimas desde 1991, quando teve início a série histórica. De janeiro a novembro do ano passado, foram 3.650 pessoas mortas, contra 3.934 no mesmo período de 2011, o que representa uma redução de 7,2% (menos 284 vítimas). O mês de novembro de 2012 também teve o menor número de homicídios dolosos em 21 anos. Em 2012, foram registradas 323 mortes, e 339 no mesmo mês de 2011 (redução de 4,7%).

O ISP está divulgando, hoje, os indicadores relacionados ao mês de novembro de 2012, através de sua página na Internet (www.isp.gov.br), no item Últimas Notícias ou Produtos e Serviços em Destaque – Estatística de Segurança Pública – Dados Oficiais.

Indicadores Estratégicos (janeiro a novembro de 2012):

• Letalidade Violenta – O total de incidências no Estado diminuiu. Foram de 4.579, em 2011, para 4.192 em 2012, queda de 8,5%. Esse foi o melhor resultado de janeiro a novembro desde o ano de 2000.
• Roubo de Rua – Houve uma diminuição. Foram 61.651 roubos, em 2011, e 54.109 em 2012, queda de 12,2%. Esse foi o melhor resultado de janeiro a novembro desde o ano de 2006.
• Roubo de Veículo – O total de incidências no Estado aumentou. Foram 17.158, em 2011, contra 20.113 roubos no ano de 2012, aumento de 17,2%.
Esses três indicadores estratégicos são usados na definição do Sistema Integrado de Metas da Secretaria de Segurança, que premia as unidades policiais que apresentarem melhor desempenho na redução da criminalidade.
Outros indicadores que merecem destaque no acumulado (janeiro a novembro de 2012):
• Homicídio Doloso – Redução de 7,2% (3.934 em 2011 – 3.650 em 2012).
• Latrocínio – Aumento de 25,7% (105 em 2011 – 132 em 2012).
• Auto de Resistência – Redução de 22,5% (503 em 2011 – 390 em 2012).
• Roubo de Aparelho Celular – Redução de 20,1% (5.088 em 2011 – 4.064 em 2012).
• Roubo a Transeunte – Redução de 9,8% (50.515 em 2011 – 45.574 em 2012).
• Roubo em Coletivo – Redução de 26,1% (6.048 em 2011 – 4.471 em 2012).
• Roubo de Carga – Aumento de 19,7% (2.723 em 2011 – 3.260 em 2012).
• Roubo a Residência – Aumento de 13,0% (1.062 em 2011 – 1.200 em 2012).
• Extorsão – Redução de 5,7% (1.818 em 2011 – 1.715 em 2012).
• Estelionato – Aumento de 14,6% (26.629 em 2011 – 30.526 em 2012).
• Saidinha de Banco – Redução de 12,2% (1.850 em 2011 – 1.624 em 2012).
Indicadores de produtividade do trabalho policial (janeiro a novembro de 2012)
• Apreensão de drogas – Aumento de 31,6% (9.773 em 2011 – 12.859 em 2012).
• Armas Apreendidas – Redução de 0,3% (6.780 em 2011 – 6.763 em 2012).
• Recuperação de veículo – Aumento de 9,1% (14.785 em 2011 – 16.129 em 2012).
• Cumprimento de Mandado de Prisão – Aumento de 6,5% (14.168 em 2011 – 15.088 em 2012).
• Prisões – Aumento de 6,7% (21.098 em 2011 – 22.506 em 2012).
• Apreensão de criança / adolescente – Aumento de 51,0% (3.130 em 2011 – 4.725
em 2012).

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.