Oitenta câmeras reforçam segurança na Rocinha

As câmeras foram instaladas em 14 áreas estratégicas, entre elas Estrada da Gávea, Largo do Boiadeiro e Rua 2
 

Oitenta câmeras de vídeo começaram ontem a transmitir imagens em alta definição dos principais pontos estratégicos da Rocinha, para o centro de monitoramento de última geração, instalado na sede provisória da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade. A ideia é aumentar a segurança e o bem-estar dos quase 100 mil moradores do local. O projeto inédito inclui ainda a aquisição, no futuro, de um software de reconhecimento facial.

 

As câmeras foram instaladas em 14 áreas estratégicas, entre elas Estrada da Gávea, Largo do Boiadeiro e Rua 2.

 

– Em cada local, haverá quatro policiais de plantão. Caso acontece alguma ocorrência, a resposta será imediata. Se tenho 700 PMs, com as câmeras passo a ter mais homens – explicou o comandante da UPP da Rocinha, major Edson Santos, ressaltando que na segunda fase do projeto da Rocinha, a previsão é de que sejam colocadas câmeras noturnas nas áreas de mata.

 

Todas as ações registradas ficarão arquivadas durante um mês no centro de controle. O próximo passo é instalar um software de reconhecimento facial, que permitirá aos policiais identificar em tempo real criminosos que tenham mandado de prisão, por exemplo.

 

– Podemos disponibilizar as imagens dessas câmeras para outros órgãos. Basta que tenham uma plataforma compatível com a nossa para acessar. Além de inibir possíveis crimes, os equipamentos ajudarão a controlar as operações policais – afirmou o major.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.