Prefeitura do Rio forma primeiros “Líderes Cariocas”

Time de funcionários do município foi preparado para exercer cargos de liderança na administração pública
 

 

A Prefeitura do Rio realizou na manhã desta sexta-feira (18/01), no Palácio da Cidade, a formatura dos primeiros 130 alunos do programa “Líderes Cariocas”, uma iniciativa inédita do poder público com o objetivo de identificar talentos e qualificar um time de elite entre seus funcionários para que assumam cargos de liderança na administração municipal. Estiveram presentes no evento – além do prefeito Eduardo Paes e do secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho – Paulo Pelon, presidente do Instituto Fundação João Goulart e Vicente Antônio de Castro Ferreira, vice-diretor de Educação Executiva do Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da UFRJ (COPPEAD), órgãos parceiros da prefeitura no projeto.

 

– Eu tenho consciência de que estou aqui de passagem e, olhando para o futuro da cidade, minha missão é cada vez mais fortalecer o papel do estado. Para isso, é importantíssima a valorização do servidor da Prefeitura do Rio, que é disparado o melhor do Brasil. Esse projeto é uma oportunidade fantástica para identificarmos gente boa na prefeitura para ocupar cargos-chave na administração municipal. Estou muito feliz e orgulhoso por deixar um legado de valorização do servidor – disse Paes.

 

Desenvolvido pela Fundação João Goulart e coordenado pela secretaria municipal da Casa Civil, o programa “Líderes Cariocas” foi lançado em maio de 2012. Do total de 1300 inscritos, foram selecionados 130 funcionários de diferentes órgãos da administração municipal com perfis de liderança para uma capacitação específica pelo COPPEAD, com foco na gestão de alto impacto. O programa tem como base os planos de carreira de grandes empresas como Ambev, TAM e Odebrecht.

 

– É muito importante esse trabalho com os servidores, principalmente nesse momento em que a cidade do Rio tem uma chance única com os grandes eventos que acontecerão aqui. Esse projeto é focado na criação de um banco de talentos dentro da Prefeitura do Rio, diminuindo a penetração da política na ocupação desses cargos e dando qualificação técnica e oportunidade para os servidores. Acredito que não há outra prefeitura ou governo que tenha um trabalho tão focado na qualificação do servidor público – disse o secretário Pedro Paulo Carvalho.

 

Os alunos/funcionários frequentaram 160 horas/aula com treinamento específico para cada área, além de palestras, cursos e seminários sobre diferentes temas, como a aplicação das principais ferramentas gerenciais da administração pública; práticas corporativas de gestão de pessoas; busca por soluções inovadoras; análises e tomadas de decisão no contexto da rotina da administração municipal. Ao final do curso, a carreira desses líderes será acompanhada pelo prefeito Eduardo Paes, o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, e um comitê que irá se reunir semestralmente para avaliar a evolução de cada líder dentro da prefeitura e identificar a necessidade de formação complementar.

 

A servidora Sueli Pontes Gaspar, de 53 anos (28 deles trabalhando na Prefeitura do Rio), foi a ‘oradora da turma’ na cerimônia de formatura. Em seu discurso, discorreu sobre a importância do programa “Líderes Cariocas” para os funcionários do município:

– Entrei para a prefeitura em 1984 em um concurso para merendeira, caminhei em minha carreira, passei por cargos como inspetor de aluno, professor I e II, coordenador pedagógico, diretor adjunto, diretor geral e hoje recebo esse diploma de Líder Carioca. E ainda assim, como nos meus primeiros dias de município, sou uma humilde servidora. O prefeito sempre diz que é feliz em ser prefeito do Rio, mas nós também fomos privilegiados. Agora, com essa qualificação, vamos conseguir coisas com menor esforço, com mais foco e com resultados mais rápidos, porque agora temos a técnica. O sabor da liderança é que faz a diferença, e agora queremos trabalhar cada vez mais!

 

Prefeitura do Rio

0 comentários