Banco Mundial aprova projetos em execução no estado

Entre os projetos do Pró-Gestão estão a aquisição de dois radares metereológicos e a contratação de uma empresa para a definição da metodologia de contratualização de resultados
 

A Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Rio de Janeiro (Seplag) recebeu, esta semana, uma missão do Banco Mundial, com o objetivo de avaliar a execução do Programa de Renovação e Fortalecimento da Gestão Pública – Pró-Gestão, financiado pelo Banco, e realizar uma pesquisa comparativa sobre a gestão por resultados no Brasil.

 

 

Roland Clarke, Laura Zoratto e Fanny Weiner foram os três representantes que vieram à Seplag. Segundo Ronald Clarke, a avaliação da execução do Pró-Gestão, coordenado pela Subsecretaria-Adjunta de Modernização da Gestão (Sumog), foi positiva.

– O Estado está implementando bem os projetos e avançando nas reformas do setor público – afirmou.

 

 

Entre os projetos do Pró-Gestão estão a aquisição de dois radares metereológicos e a contratação de uma empresa para a definição da metodologia de contratualização de resultados. O valor total financiado é de US$ 18,673 milhões. Já a pesquisa de gestão para resultados foi para comparar as experiências desenvolvidas no Rio de Janeiro com outros estados brasileiros.

 

 

Na Secretaria de Planejamento e Gestão, o grupo conversou com o subsecretário geral, Francisco Caldas; o subsecretário Adjunto de Modernização da Gestão, Paulo Monção; e o subsecretário de Recursos Logísticos, Fábio Nunes; o subsecretário de Carreiras, Remuneração e Desenvolvimento de Pessoas, Paulo César Medeiros, além de assessores do órgão. Também foram ouvidos servidores das Secretarias de Educação, Saúde e Segurança, e do Instituto Estadual do Ambiente – Inea. Os representantes ainda visitaram a Secretaria de Fazenda, a fim de fiscalizar o Projeto de Desenvolvimento Econômico, Social e de Sustentabilidade Fiscal do Estado.

 

Governo do Rio

0 comentários