Capitão da PM é expulso por participar de roubo a caixa eletrônico

A expulsão do policial foi por meio de decreto do Governo do Estado, que determinou a perda de sua patente.
 

 

A Secretaria de Segurança do Estado do Rio informou esta semana que o capitão da PM Marcelo Lourenço Barbosa foi expulso na quarta, devido à sua participação no roubo a um caixa eletrônico, em Botafogo, Na Zona Sul do Rio, ainda em 2004.  Segundo a secretaria, por tratar-se de oficial, houve um Conselho de Justificação, formado por oficiais superiores, que decidiram pela expulsão.

 

 

A decisão foi encaminhada ao Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, que acatou a decisão e encaminhou aos desembargadores do Tribunal de Justiça.

 

 

No momento do crime, o capitão estava na companhia do cabo da PM Gil de Almeida Junior, já expulso da corporação. Desde 2008, já foram expulsos 1.393 policiais civis e militares por participação em crimes e outros delitos.  

 

 

 A Secretaria de Segurança do Estado do Rio informou esta semana que o capitão da PM Marcelo Lourenço Barbosa foi expulso na quarta, devido à sua participação no roubo a um caixa eletrônico, em Botafogo, Na Zona Sul do Rio, ainda em 2004.

 

 

A expulsão do policial foi por meio de decreto do Governo do Estado, que determinou a perda de sua patente. Segundo a secretaria, por tratar-se de oficial, houve um Conselho de Justificação, formado por oficiais superiores, que decidiram pela expulsão.

 

 

A decisão foi encaminhada ao Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, que acatou a decisão e encaminhou aos desembargadores do Tribunal de Justiça.

 

 

No momento do crime, o capitão estava na companhia do cabo da PM Gil de Almeida Junior, já expulso da corporação. Desde 2008, já foram expulsos 1.393 policiais civis e militares por participação em crimes e outros delitos.  

0 comentários