Estado e Federal Rural firmam parceria para a construção de escola técnica

Faetec fará investimento de R$ 4,5 milhões, escola terá capacidade para formar mais de 2 mil alunos por ano
 

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), vinculada Secretaria de Ciência e Tecnologia, firmou nesta sexta-feira (22/2) um acordo com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Uma parceria estabelece a cessão, por 20 anos, de uma área de 3 mil m2 pela UFRRJ para a construção de mais uma escola técnica e profissionalizante da Rede Faetec.

No terreno, que fica na Reta de Piranema (antiga estrada Rio-São Paulo) em Seropédica, Região Metropolitana do Rio, será construído o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Seropédica. A unidade da Rede, que já teve as obras licitadas, é um investimento de 4,5 milhões de reais e terá capacidade para formar mais de 2 mil alunos por ano.

– Essa parceria vem para corroborar com aquilo que a Faetec oferece de melhor para o nosso Estado. Mais uma vez a Fundação, preocupada e atuante na qualificação de mão de obra, une forças para continuar a desempenhar o seu papel. Desta vez, com a Federal Rural do Rio de Janeiro – afirmou o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca.

No primeiro momento, o CVT Seropédica oferecerá cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) para Construção Civil e Idiomas e, no início de 2014, devem começar a formação técnica em Logística. A previsão é de que as aulas comecem no segundo semestre.

Já o reitor da Federal Rural, Ricardo Mota Miranda, defende a parceria que estreita os laços com a sociedade.

– Acredito muito na união entre a secretaria, a Faetec e a nossa universidade. Tenho certeza que nos aproximamos da sociedade com essa iniciativa, na medida em que o nosso espaço irá sediar também cursos de qualificação para o trabalhador – disse o reitor.

 

Ações da Faetec

 

Para o presidente da fundação, Celso Pansera, o CVT Seropédica é mais uma escola que vai ao encontro dos objetivos do Governo do Estado.

– O Estado do Rio de Janeiro não passa mais pelo apagão da mão de obra, problema que era um gargalo para o nosso desenvolvimento. O Governo tem cumprido o seu papel expandindo as ações da Faetec – explicou o presidente.
Com a mesma opinião, o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo, comemora a instalação da primeira escola da Rede no município.

– O impacto será muito positivo. As empresas estão chegando na cidade e, por enquanto, não temos mão de obra qualificada para oferecer. Esperamos daqui a um ano ver os nossos cidadãos ocupando cargos de destaque nas vagas que estão sendo abertas aqui – conclui Martinazzo.

0 comentários