Fraude no sistema de pagamento do benefício Aluguel Social

Por se tratar de um crime contra o Estado foi solicitada a abertura imediata de inquérito para que seja feita busca e apreensão na casa do servidor investigado, quebra de sigilo bancário e bloqueio de todas as contas correntes do mesmo
 

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, em ação coordenada com a Caixa Econômica Federal e a Secretaria de Estado da Casa Civil, informa que foi detectada fraude no sistema de pagamento do benefício Aluguel Social e que tomou providências imediatas para identificar o autor, possíveis conexões, assim como bloqueio das contas. O desvio foi uma ação pontual feita por um ex-servidor da área de Tecnologia da Informação, exonerado desde quinta-feira passada. Medidas judiciais também já estão sendo tomadas para assegurar que outras verbas não sejam desviadas e avaliar se houve outras movimentações financeiras irregulares. Vale ressaltar que medidas para reforçar a segurança do sistema operacional do programa foram tomadas junto ao PRODERJ.

 

 

Na manhã desta quinta feira, 14 de fevereiro, o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, denunciou a fraude na 4ª DP, cuja equipe, liderada pelo delegado Luiz Lima, já esteve na SEASDH, apreendeu o computador usado pelo servidor e o conduziu para prestar depoimento. Por se tratar de um crime contra o Estado, Zaqueu solicitou abertura imediata de inquérito para que seja feita busca e apreensão na casa do servidor, quebra de sigilo bancário e bloqueio de todas as contas correntes do mesmo. Em relação à verba desviada, o secretário acionou a Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro para que atue na recuperação do recurso, bloqueado nas contas desde ontem.

 

Floriano Rodrigues – Jornalista

Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos

Governo do Estado do Rio de Janeiro

 

0 comentários