Governo do Estado lança nova etapa do projeto Sena Limpa em Ipanema

Bairro da Zona Sul ganhará novo sistema de coleta para melhorar a qualidade da água da praia
 

 

O Governo do Estado deu início, nesta quinta-feira (31/1), a mais uma etapa de obras do projeto Sena Limpa de Ipanema. Graças a parceria da Secretaria do Ambiente, Cedae e Prefeitura, o bairro ganhará um novo sistema de coleta para acabar com o lançamento de esgoto clandestino e águas residuais nas galerias pluviais. O investimento é de R$ 20 milhões e a previsão é que as intervenções sejam concluídas em seis meses.

 

O projeto prevê a implantação de duas estações elevatórias de esgotos subterrâneas automatizadas. Também serão assentados 130 metros de rede coletora de esgotos, três unidades de captação de resíduos e 210 metros de linha de recalque. O sistema terá sete poços de visita para que técnicos possam fazer manutenção constante. Essa é a terceira obra no Canal do Jardim de Alah para as melhorias ambientais na praia.

 

– A Cedae já fez a obra que tirou a saída de esgoto da Cruzada São Sebastião e a que tirou o despejo que vinha do Cantagalo e do Pavão/Pavãozinho. Essas intervenções já trouxeram resultados. Nós últimos meses, Ipanema esteve sempre própria para o banho – disse o secretário do Ambiente, Carlos Minc.

 

O presidente da Cedae, Wagner Victer, disse que as intervenções vão garantir mais resultados para que não apenas a Praia de Ipanema esteja própria para o banho.

 

– Essa é uma obra que vai beneficiar não só a praia de Ipanema como também Leblon, além da Lagoa Rodrigo de Freitas. Na prática, vamos o lançamento de esgoto clandestino nas três saídas de águas pluviais. Em tempo seco, vamos pegar e bombear isso para o emissário submarino – explicou Victer.

 

Minc afirmou também que, em breve, começará a teleinspeção, com minirrobôs que passarão pelas tubulações. O objetivo é encontrar ligações clandestinas de prédios, restaurantes e outros estabelecimentos na rede.

 

Seis praias limpas

Lançado em 2012, com investimentos de R$ 150 milhões, o Sena Limpa vai despoluir seis das principais praias do Rio até 2014. Em diferentes etapas, estão sendo executadas obras de recuperação ambiental nas praias de São Conrado, Leblon, Ipanema, Leme e Urca, na Zona Sul, e da Bica, na Ilha do Governador. Já há o planejamento para o Sena Limpa 2, em praias como Copacabana, Barra da Tijuca, e Paquetá.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.