Governo irá investir R$ 600 milhões na Região Metropolitana

Programa Bairro Novo prevê obras de pavimentação, calçamento, drenagem e iluminação
 

O Governo do Estado vai investir R$ 600 milhões no programa Bairro Novo, que prevê obras de pavimentação, calçamento, drenagem e iluminação na Região Metropolitana do Rio. O anúncio foi feito ontem pelo governador Sérgio Cabral, durante a sessão solene que marcou o início do ano legislativo na Alerj (Assembleia Legislativa). A solenidade antecedeu a votação para presidente da Casa.

 

 

Durante a sessão, o governador fez uma retrospectiva de seus dois mandatos à frente do Governo do Estado, ressaltando conquistas nas áreas fiscal, de segurança, saúde, educação, assistência social e infraestrutura.

 

 

– O Rio é líder na agenda econômica brasileira. Não há nenhum estado com a previsão de investimentos públicos e privados que tem o Rio de Janeiro – disse Cabral.

 

 

O governador agradeceu o apoio da Alerj na aprovação da captação, pelo Estado, de um total de R$ 21 bilhões, de instituições como Banco do Brasil, Banco Mundial (Bird) e Agência Francesa de Desenvolvimento. Ainda no setor de finanças, Sérgio Cabral citou a política de substituição tributária e a Operação Barreira Fiscal como fundamentais para garantir a arrecadação de ICMS do mês de janeiro, que bateu recorde histórico.

 

 

O governador também destacou a política de segurança e informou que levará a pacificação a regiões como Niterói e Baixada Fluminense. A formação de mais policiais militares e obras como o Centro de Comando e Controle, na Cidade Nova, e a Cidade da Polícia, no Jacaré, também foram citadas. 

 

Na saúde, Cabral ressaltou a importância das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 Horas, que foram incorporadas à realidade da população. O governador citou ainda o Hospital da Mulher, em São João de Meriti, e o Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu, em Paraíba do Sul, como referências na área.

 

 

 

Educação e projetos sociais

 

Outro destaque foi a educação. Em um ano, a rede estadual  da 26ª posição no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para a 15ª, no Ensino Médio. A expectativa é de que o estado esteja entre os cinco primeiros do país no fim de 2014. Os avanços nos programas sociais, como o Renda Melhor, também estão entre as conquistas. O projeto deve ser estendido em dois anos.

 

 

– Temos grande perspectiva para os próximos anos em infraestrutura. O Rio tem o maior programa de distribuição de renda do Brasil – afirmou o governador.

 

 

0 comentários