Operação da Seop contra a desordem leva para a delegacia mais de 800 mijões durante o Carnaval 2013

Durante o desfile do Monobloco neste domingo, 94 pessoas foram detidas por urinarem nas ruas, a maioria a cerca de 50m de banheiros químicos
 

Desde o dia 20 de janeiro, primeiro dia dos desfiles dos blocos pré-carnavalescos, até este domingo de pós-Carnaval, 17 de fevereiro, a Seop encaminhou para as delegacias da cidade 808 mijões (60 mulheres e 18 estrangeiros) por urinarem nas ruas. O número de estrangeiros detidos supera o do ano passado, quando quatro pessoas foram parar nas delegacias da cidade por fazer xixi em via pública.

 

Neste domingo, durante o desfile do Monobloco, no Centro, a fiscalização levou para a 6ª DP (Cidade Nova) 94 pessoas que urinavam nas ruas, sendo sete mulheres e um espanhol. A maioria das pessoas foram flagradas urinando nas ruas a cerca de 50m de banheiros químicos disponibilizados no local.

 

Antes do início do Monobloco, a fiscalização impediu a montagem de 30 barracas de ambulantes não autorizados montadas irregularmente nas avenidas Rio Branco e Presidente Vargas. Agentes apreenderam, com ambulantes não autorizados, 740 bebidas diversas, 20 isopores, oito botijões e cinco carrinhos para transportar mercadoria. Na ação, 30 veículos foram multados e 11 rebocados por estacionamento irregular na região.

 

Durante uma operação preventiva realizada sábado, na noite anterior ao desfile do bloco, agentes apreenderam mais de 3,5 toneladas de mercadorias (bebidas, isopores, óculos, entre outros itens) com ambulantes não autorizados.

 

– O trabalho de fiscalização foi positivo. Uma maior presença do poder público contribui para coibir o xixi na rua, a depredação do patrimônio público, o estacionamento irregular, o comércio ambulante não autorizado, além de atuar no ordenamento dos blocos para que cumprissem o horário de início e término dos desfiles. Esta é uma prova de que o Carnaval de rua do Rio é o mais popular e organizado do Brasil, fato comprovado ano após ano com o aumento do número de foliões e de turistas de outras partes do país e do exterior nos blocos carnavalescos. Para melhorar o Carnaval de rua, a Prefeitura precisa da conscientização e contribuição da população, para não jogar lixo nas ruas, não fazer xixi no chão, entre outros atos de desamor ao Rio – disse o secretário de Ordem Pública, Alex Costa.

 

SAMBÓDROMO – Agentes da Seop, com o apoio de guardas municipais, realizaram na noite de sábado e na madrugada deste domingo um trabalho de ordenamento para coibir o comércio de ambulantes não autorizados e o estacionamento em local proibido durante o desfile das campeãs do Carnaval 2013, no Sambódromo. Na ação, 320 veículos foram multados e 137 rebocados por estacionamento irregular nas imediações da Passarela do Samba.

 

 

 

Seop – Carnaval 2013 em números

 

O esquema especial de monitoramento e fiscalização montado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) para o Carnaval 2013 atuou com 7.773 pessoas (em todos os turnos) entre agentes da SEOP e guardas municipais, um efetivo 158% maior em relação ao desfile dos blocos do Carnaval 2012.

 

Além das 808 pessoas encaminhadas para delegacias da cidade por fazerem xixi na rua, os agentes da Seop retiraram ao todo 60 estruturas montadas irregularmente em área pública que delimitavam espaços para realização de eventos com cobrança de ingresso. Outras 76 estruturas (barracas de ambulantes irregulares, bancadas, mesas e outros) montadas irregularmente em área pública em diversos blocos também foram retiradas pela fiscalização para dar mais fluidez ao desfile.

 

A Seop atuou também na concentração, no trajeto e na dispersão dos principais blocos, fazendo com que cumprissem os horários previstos para melhorar a fluidez dos desfiles e liberar o tráfego após o seu encerramento. Agentes impediram ainda a realização de um bloco de rua sem autorização na Av. Ataulfo de Paiva, Leblon, na segunda-feira (11/2) de Carnaval. Ao longo da fiscalização os agentes também encaminharam para delegacias três pessoas acusadas de roubo e outras três por porte de drogas.

 

 

APREENSÕES NOS BLOCOS DE RUA

 

Agentes do Controle Urbano da Seop apreenderam com ambulantes não autorizados 45.518 itens nos blocos de rua na cidade, sendo: 43.702 bebidas diversas, 127 botijões de gás, 247 isopores, 270 sacolés de cachaça, 230 unidades de alimentos perecíveis, 15 quilos de salsichão, 8 quilos de carne, 113 carrinhos para transportar mercadorias, 17 carroças de alimentos, uma placa publicitária, 14 churrasqueiras e fogareiros, dois tonéis de cerveja e 657 itens diversos (vasilhames, baldes, peças de vestuário, etc.). A fiscalização também apreendeu dois coletes de ambulantes cadastrados para trabalhar em blocos de rua nos anos de 2011 e 2012 – somente os 5 mil ambulantes credenciados para o Carnaval de rua 2013 estiveram autorizados a atuar nas ruas com colete, credencial e isopor padronizado.

 

 

ESTACIONAMENTO IRREGULAR – Para combater o estacionamento em local proibido, fiscais da Coordenação de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER) da Seop multaram 1.387 veículos e rebocaram 412 por estacionamento irregular nos blocos de Carnaval em toda a cidade.

 

 

FISCALIZAÇÃO NO SAMBÓDROMO

 

APREENSÕES – Agentes do Controle Urbano da Seop apreenderam com ambulantes não autorizados 12.364 itens no Sambódromo, sendo: 12.275 bebidas diversas, 9 isopores, 15 carrinhos para transportar mercadoria, 22 óculos, 6 botijão de gás, 33 chapéus, 3 churrasqueiras e uma bandeja.

 

A Seop também atuou na fiscalização dos 204 ambulantes autorizados no entorno do Sambódromo e autuou oito por estarem em desacordo com as normas estabelecidas como vender em desacordo com a autorização e ausência do titular.

 

ESTACIONAMENTO IRREGULAR – Para combater o estacionamento irregular, fiscais da Coordenação de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER) da Seop, multaram 1.027 veículos e rebocaram 395 por estacionamento irregular no entrono da Marques da Sapucaí.

 

Assessoria de Comunicação da Seop

 

0 comentários