Operários retomam amanhã obras do Maracanã, mas ameaçam com nova greve

A paralisação interrompeu os serviços de preparação do terreno para a colocação do gramado e de acabamentos interno e no entorno do estádio
 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada, Nilson Duarte, garantiu que o trabalho de reforma do Estádio Jornalista Mário Filho, foi retomado nesta terça-feira (19/02). No entanto, advertiu que os operários poderão voltar à greve na próxima semana, caso o Consórcio Maracanã ainda não tenha fechado o acordo coletivo. Segundo ele, no ano passado, o acordo foi concluído em janeiro.

 

Os cerca de 5,5 mil operários que trabalham na reforma do estádio decretaram na segunda-feira (18) greve de 24h em advertência ao atraso na negociação do acordo coletivo com a empresa. A paralisação interrompeu os serviços de preparação do terreno para a colocação do gramado e de acabamentos interno e no entorno do estádio.

 

“Já estamos na terceira semana de fevereiro e até agora não negociamos nossas reivindicações. O que sabemos é que o Consórcio Maracanã quer fechar a convenção coletiva de trabalho, que envolve operários de todas as obras pesadas em andamento na cidade, e cuja reunião está marcada para a próxima quinta-feira [dia 21] e só então fazer o acordo com o pessoal do Maracanã”, explicou o sindicalista.

 

Os trabalhadores do Maracanã reivindicam reajuste salarial de 15%, cesta básica no valor de R$ 330,00, plano de saúde extensivo a seus familiares, aumento na participação nos lucros de 1,5 para dois salários da categoria e aumento da hora extra de segunda a sexta-feira de 50% para 100%.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.