Produtores de São Sebastião do Alto são certificados em criação de tilápia

Trinta e um participantes concluíram o treinamento teórico e prático de como iniciar a atividade
 

Trinta e um produtores familiares concluíram, neste sábado (23/2), o curso básico de criação de tilápia no município de São Sebastião do Alto, na Região Serrana. A capacitação faz parte da ação da Secretaria de Desenvolvimento Regional para fomento da aquicultura no território fluminense.

 

As aulas, ministradas por técnicos do Escritório da Região Serrana da Fiperj (Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro) foram realizadas na sexta e no sábado, na sede da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Moradores das Nascentes do Córrego dos Índios, no distrito de São Marcos.

 

Ao todo, foram 10 horas de conteúdo teórico e prático de como iniciar a atividade. A criação em cativeiro de tilápia, quando bem orientada, é um negócio bastante lucrativo. Um quilo do pescado custa R$ 5 no mercado. A versão beneficiada em forma de filé chega a custar, em média, R$ 20 o quilo.

 

O secretário de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, participou da aula expositiva, auxiliando os técnicos da Fiperj no manuseio da “gaiola” onde são armazenados os peixes e coletando alguns exemplares para análise.

 

– Pretendemos estender esse trabalho para outras cidades do interior. O objetivo é oferecer ao pequeno agricultor e pecuarista a aquicultura como forma de complementação de renda. Vamos trabalhar para transformar São Sebastião do Alto não só a capital do leite, mas também na capital da tilápia – afirmou Felipe Peixoto.

 

O agricultor Pedro Paulo, de 73 anos, é um dos interessados em aperfeiçoar sua criação nos oito açudes que possui.

 

– Faço sem técnica alguma. Por isso decidi assistir ao curso para aprender mais. Os profissionais foram muito atenciosos comigo. Entenderam minha dificuldade de não saber ler, procuraram tirar todas as minhas dúvidas e ficaram de me ajudar avaliando meu negócio. Se tudo der certo, pretendo ampliar o investimento – disse Pedro Paulo.

 

Estiveram presentes à cerimônia de encerramento o presidente da Fiperj, José Bonifácio, o subsecretário de Estado de Pesca, Marco Botelho, o prefeito de São Sebastião do Alto, Carmod Bastos, vice-prefeito de Macuco, Marcelo Mançur, o presidente da Associação de Desenvolvimento Comunitário, Clerton Daflon, entre outras autoridades da região.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.