Praça e Naves do Conhecimento formam primeira turma de inglês

110 alunos receberam nesta sexta-feira seu certificado e a segunda etapa, com 840 vagas, já começou
 

Na sexta-feira (22/03) foi um dia especial para a estudante Andreza Paes, de 18 anos, e para o guarda municipal Claudio Ribeiro, de 36. Ambos concluiram a primeira etapa do sonho de aprender a falar inglês e, assim, se preparar melhor para o mercado de trabalho e para a carreira profissional. Eles foram dois dos 110 formandos da primeira turma do curso gratuito de inglês para o turismo, ministrado na Praça do Conhecimento de Padre Miguel e nas Naves do Conhecimento de Santa Cruz e Madureira, pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SECT), em parceria com a Associação Sequoia. As aulas da segunda etapa do curso começaram esta semana e foram estendidas para as Naves de Irajá, Penha e Vila Aliança, inauguradas após o início da primeira etapa.

A cerimônia de formatura foi realizada através de vídeoconferência, com os alunos de Padre Miguel, Santa Cruz e Madureira conversando entre si.

– A SECT inova realizando uma formatura em rede de vídeoconferência. Esta prática está aberta para outros eventos. São as naves inovando na área de tecnologia e consolidando o projeto “Rio Digital 15 Minutos” – disse o secretário da SECT, Franklin Coelho, que parabenizou os alunos e lhes desejou um futuro com conhecimento e realizações.

O guarda municipal Claudio Ribeiro, lotado no Parque de Madureira, frequentou as aulas no seu horário de almoço e não se arrepende do sacríficio.

– Adorei o curso. Prioriza o verbal, a conversação e o dever de casa no computador. Eu ainda não comprei um, mas fiz os exercícios na Nave do Conhecimento – contou, acrescentando que já consegue atender os turistas que o abordam:

– É só falar mais devagar que eu entendo quase tudo e consigo orienta-los.

Andreza Paes, por sua vez, inicia, este ano, o curso de Letras na UFRJ e estava preocupada por não dominar nem o básico da língua inglesa.

– Sou frequentadora da Nave desde a sua inauguração e estudava inglês pela internet, porque aqui tem banda larga e, na minha casa, não. Os funcionários viram e me inscreveram em uma turma. O projeto e o método de ensino são extremamente positivos – elogiou, confessando que, após as aulas, ficava com alguns colegas conversando, via skype, com o professor nativo de Nova York.

A assessora especial da SECT, professora Maria Helena Cautiero, entregou os certificados aos formandos da Nave de Madureira.

– Obrigado por frequentarem este espaço do século 21. Temos agora a turma do nível 2 e conto com vocês. Vamos continuar, juntos e misturados – disse, para uma plateia de jovens e pessoas da 3ª idade de vários bairros da cidade.

A primeira a receber o diploma foi Shirlene Claro, de 56 anos. Recém aposentada e ex-dona de um restaurante na região, ela vai, em maio, morar em Nova York, onde estão sua irmã e sua filha.

– Curso muito bom. Vou frequentar o nível 2 até à véspera da viagem. Hoje, já consigo fazer um check-in e um pedido em restaurante em inglês, mas eu quero mais. Vou abraçar tudo que posso.

O segundo ciclo do curso começou esta semana, com 24 turmas e 840 vagas. Na quarta-feira (20/03), as aulas foram ministradas na Praça de Padre Miguel e nas Naves de Madureira e Penha. Sexta-feira foi a vez das Naves de Santa Cruz, Irajá e Vila Aliança. As aulas serão realizadas de 20 de março a 09 de agosto deste ano e terão disponível um professor nativo direto dos Estados Unidos, um professor virtual de inglês brasileiro e um monitor de inglês contratado na própria comunidade beneficiada pela projeto. Os professores virtuais ficam em contato com diversas salas de aula simultaneamente, utilizando-se do software Webex, próprio para este tipo de interação.

Às quartas-feiras, as aulas serão ministradas na Praça de Padre Miguel e nas Naves de Madureira e Penha. Serão formadas turmas de Inglês 1 nos horários de 10 às 12h, 13h30 às 15h30 e 18h30 às 20h30. Para Inglês 2 terá turma de 16h às 18h. Às sextas-feiras as aulas serão nas Naves de Santa Cruz, Irajá e Vila Aliança. Inglês 1 com turmas das 9 às 11h, 11h15 às 13h15 e 14h15 às 16h15. Inglês 2 das 16h30 às 18h30.

Curso de inglês
O Objetivo principal do curso é o de ensinar inglês abordando o contexto da área de turismo, através de aulas presenciais e ferramentas da Web, utilizando os recursos tecnológicos disponibilizados pela praça e naves do Conhecimento. Na parte presencial, o professor vai desenvolver o currículo do curso de forma a incentivar a produção oral dos alunos com predominância do vocabulário da área de turismo, utilizando ferramentas da web, editores de texto e imagens como facilitadores do aprendizado. Uma aula será prática, com visita dos alunos a um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro e com diálogos em inglês.

Os professores utilizam um Sistema Interativo de Gerenciamento de Conteúdo (Moodle), como ponto de partida para o aprendizado à distância, combinando-o com ferramentas Web para aumentar a produção dos alunos e capacitá-los coletivamente, tornando-os capazes de, à distância, realizar tarefas de pesquisas e completar projetos que serão então compartilhados nas aulas presenciais.

Desta forma, além de desenvolver o conhecimento do idioma inglês, os alunos tem a possibilidade de desenvolver habilidades tecnológicas que podem ser muito úteis e importantes para a continuidade de seu aprendizado após o término do curso. A metodologia foi desenvolvida de forma que os alunos sejam capazes de se comunicar em inglês dentro de assuntos relacionados à área de turismo, mesmo que de forma básica, ao final do período de estudo.

O curso é dividido em 7 unidades e ao término de cada uma delas haverá uma apresentação oral das produções elaboradas pelos alunos. Após a apresentação dos projetos, os alunos se engajam, com o apoio dos professores, em atividades práticas em situações reais do uso da língua inglesa.

 

Prefeitura do Rio

0 comentários