Prefeitura anuncia mudanças na Operação Lapa Legal

A abertura do trânsito na região possibilitará melhor fluidez aos diversos órgãos públicos que atuam de maneira integrada e mobilizada na área com o objetivo de proporcionar mais conforto, tranquilidade, segurança e organização aos frequentadores, moradores e comerciantes do bairro mais boêmio da cidade.
 

 

A Prefeitura do Rio anunciou, através de faixas e painéis luminosos da CET-Rio, o fim das barreiras de fechamento de trechos das ruas do Riachuelo, Mem de Sá e dos Arcos para a circulação de veículos a partir do dia 22 de março. A abertura do trânsito na região possibilitará melhor fluidez aos diversos órgãos públicos que atuam de maneira integrada e mobilizada na área com o objetivo de proporcionar mais conforto, tranquilidade, segurança e organização aos frequentadores, moradores e comerciantes do bairro mais boêmio da cidade. O fechamento das ruas começou em 16 de julho de 2010, todas as sextas e sábados, de 22h às 5h. A Feira Noturna Lapa Legal, implantada em julho de 2009 com a legalização de 82 barracas posicionadas dos Arcos à Sala Cecília Meireles será mantida.

 

 

Nesta nova fase da Operação Lapa Legal – que também atende a uma reivindicação de comerciantes e moradores da região, devido ao excesso de barulho e ao grande fluxo de pessoas por causa das ruas fechadas –, a fiscalização da Seop vai empregar 411 pessoas distribuídas ao longo da semana entre agentes de Controle Urbano e Fiscais de Atividades Econômicas da Seop e guardas municipais, para coibir o comércio ambulante irregular, o estacionamento em local proibido, a ocupação indevida de área pública por mesas e cadeiras, como já acontece na região, entre outras irregularidades que venham a ferir o Código de Posturas do Município. A colocação de mesas e cadeiras nas calçadas só será realizada por bares e restaurantes devidamente autorizados e que respeitarem o espaço mínimo para a circulação de pedestres.

 

 

Sextas e sábados: serão distribuídos durante os dois dias 276 agentes, entre guardas, fiscais do CCU e de Atividades Econômicas.

 

 

De domingo à quinta: serão distribuídos ao longo dos cinco dias 135 agentes entre guardas, fiscais do CCU e de Atividades Econômicas.

 

 

A fiscalização para coibir o estacionamento irregular será realizado com o apoio de 6 reboques, sendo 4 reboques sextas e sábados, além de 2 reboques de domingo à quinta. 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.