Fábrica de bebidas aumenta produção em Campos

Unidade ajudará a retomar o crescimento da fruticultura na região
 

O Grupo Arbor Brasil reinaugurou nesta sexta-feira (12/4) a unidade produtora de sucos Unidrinks, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Foram investidos R$ 30 milhões na aquisição do espaço, novos equipamentos, reestruturação da planta (obra civil e utilidades) e capital de giro projetado para este ano. A fábrica ajudará a retomar o crescimento da fruticultura na região.

 

Durante o evento, o governador Sérgio Cabral ressaltou que o Norte Fluminense e o Estado do Rio de Janeiro serão beneficiados com a reinauguração da empresa.

 

– A Arbor é um exemplo de empresa brasileira. Ela confia no Brasil. E, mais ainda, ela é do Rio de Janeiro e confia no nosso estado. Os produtos daqui são de alta qualidade. É uma honra ter este grupo atuando conosco – disse o governador Sérgio Cabral.

 

O vice-governador e coordenador de Infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Pezão, destacou a importância da fábrica para a geração de emprego e renda.

 

– É um prazer poder ver este empreendimento florescer. Hoje, o Rio é o maior polo de desenvolvimento econômico do país, é o maior em relação à empregabilidade dentro da Região Metropolitana – afirmou Pezão.

Há mais de 40 anos atuando no mercado de bebidas, com amplo portfólio de vinhos, energéticos e cervejas especiais, o Grupo Arbor já havia se instalado no local na condição de arrendatário há cerca de um ano e meio.

 

A Unidrinks opera em dois turnos gerando atualmente 120 empregos diretos, com perspectiva de atingir 200 até o fim do ano. Com três linhas de envase já instaladas, acrescidas de duas novas linhas que entrarão em operação nos próximos 90 dias, a capacidade produtiva para sucos e chás será de 80 milhões de litros / ano.

– Esta é a segunda empresa no país em processamento de uva. Aqui é a nossa aposta para o futuro, construiremos uma linda história – explicou diretor-executivo da Arbor, Mozart Rodrigues.

Emprego e renda para a população

 

Funcionária da fábrica, Michelle Ribeiro, de 22 anos, comemorou o novo emprego.

 

– Aqui a empresa não visa só os lucros, eles dão muito valor aos seus empregados – disse Michelle.

 

Governo do Rio

0 comentários