Fábrica Verde completa um ano na Rocinha

Projeto gera emprego e renda na comunidade pacificada
 

 

O projeto Fábrica Verde comemorou ontem um ano na Rocinha com uma série de atividades, como apresentação musical, palestras educativas e mostra de trabalhos manuais. O programa da Secretaria do Ambiente tem ajudado a garantir a geração de emprego na comunidade pacificada e a transformar lixo eletrônico em inclusão digital, por meio do reaproveitamento de monitores e impressoras.

 

“As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) abriram o caminho. Hoje, estamos conseguindo capacitar esses jovens para o mercado de trabalho com inclusão digital sustentável” afirmou o secretário do Ambiente, Carlos Minc.

Cerca de 240 jovens qualificados.

 

Na Rocinha, o Fábrica Verde está em sua terceira turma e formou cerca de 240 alunos em montagem e manutenção de computadores. O espaço também oferece cursos de Rede, Office, Informática para Crianças, Desenho, Grafite e Inglês.

 

No total, mais de mil equipamentos já foram doados a telecentros e ONGs desde a inauguração do projeto, em 2012, no Complexo do Alemão.

 

Morador da comunidade da Rocinha, Ademir Marques é um dos beneficiados pelo Fábrica Verde. O jovem comemora a oportunidade de fazer parte do grupo de qualificação.

 

“Em pouco tempo, aprendi a montar e desmontar um computador” disse Ademir.



 

Núcleo de Imprensa do Governo do Estado

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.