Governo do Estado conclui segunda fase da licitação do Complexo do Maracanã

O Consórcio Maracanã é composto pela Odebrecht Participações e Investimentos S.A e pela empresa líder do consórcio, com 90%, IMX Venues e Arena S.A.
 


O Governo do Estado do Rio de Janeiro concluiu, na segunda-feira (29/04), a segunda fase da licitação de concessão administrativa para a gestão, operação e manutenção do Complexo do Maracanã. Dois consórcios foram habilitados para participar da concorrência. Nesta fase, foram analisadas as propostas econômicas e técnicas. O resultado será publicado no Diário Oficial desta terça-feira (30/04).

 

 

 

O Consórcio Maracanã – composto por Odebrecht Participações e Investimentos S.A. (empresa líder do consórcio, com 90%), IMX Venues e Arena S.A. (5%) e AEG Administração de Estádios do Brasil LTDA. (5%) – obteve o primeiro lugar com nota final de 98,26 pontos. Em segundo lugar, ficou o Consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro – composto por Construtora OAS S.A. (empresa líder, com 98%), Stadion Amsterdam N.V. (1%) e Lagardère Unlimited (1%) -, com nota final de 94,4624 pontos.

 

 

 

A próxima etapa será a abertura da documentação de habilitação da licitante classificada em primeiro lugar, que acontecerá no dia 09 de maio, às 10 horas, no auditório do prédio anexo do Palácio Guanabara. Somente após o julgamento dos documentos e esgotada a fase de recursos, será anunciado o vencedor da licitação.

 

 

 

 

0 comentários