Novo Maracanã vira atração para jornalistas estrangeiros

Pedidos de credenciamento para a inauguração do estádio chegaram de todo o mundo
 

Jornalistas e turistas das mais diferentes regiões do mundo tem uma curiosidade: ver o novo Maracanã. Diariamente, eles se reúnem diante da entrada principal do estádio, em busca de informações sobre a conclusão da obra. E os pedidos de credenciamento para a cobertura jornalística da inauguração do estádio chegam dos mais diferentes meios de comunicação: de emissoras de rádio do interior do Brasil a jornais do mundo árabe.

 

Dona Nadyr Dissat, de 88 anos, virou atração entre os jornalistas estrangeiros, quando visitou as obras do Maracanã no último sábado (20/4). Deu entrevistas e foi fotografada até por jornalistas noruegueses que faziam uma reportagem sobre o novo estádio. Afinal, ela esteve num dos momentos mais tristes da história do futebol brasileiro: a derrota do Brasil para Uruguai, na Copa do Mundo de 1950.

 

– Na época, era uma moça, estava noiva e nunca imaginei que pudesse ver tanta tristeza. Nunca mais vi um jogo de futebol – contou Nadyr aos jornalistas Stian Ourebo Johannessen e Fredrik Saltbones, do Aftenposten, de Oslo.
Hoje, 63 anos depois, dona Nadyr olha impressionada as obras e comenta:

 

– Ficou lindo, mas ainda não tenho coragem de voltar a ver uma partida de futebol. O dia que o Roberto Carlos for cantar no Maracanã, entro ai outra vez – disse.

 

Todos os dias, veículos trazendo turistas do mundo inteiro param diante do Maracanã. Muitos contam histórias e prometem voltar para a Copa do Mundo. Numa coisa todos concordam: o estádio será um dos mais bonitos e modernos do mundo.

 

Governo do Rio

0 comentários