Programa de Cirurgia Bariátrica registra aumento na procura de jovens

Em menos de um mês, houve aumento de 3% para 10% de pacientes entre 16 e 18 anos
 

Um dos projetos de maior sucesso da Secretaria de Saúde, o Programa de Cirurgia Bariátrica do Hospital Estadual Carlos Chagas, registrou, em menos de um mês, aumento de 3% para 10% na procura de jovens de 16 a 18 anos. A quantidade de interessados dobrou depois da divulgação de portaria do Ministério da Saúde, permitindo a realização da redução de estômago pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para pacientes a partir dos 16 anos, já que a idade mínima era de 18. A previsão é de que a demanda desta faixa etária aumente, segundo o médico Cid Pitombo, coordenador do programa da Secretaria de Saúde.

 

Antes mesmo da nova portaria, cerca de 10 pacientes entre 16 e 18 anos já eram acompanhados pela equipe multidisciplinar, formada por médicos, psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros. Segundo Pitombo, a opção é por focar em atendimento preventivo para os adolescentes, ou seja, redução do peso com dietas.

 

– Só operamos menores de 18 em situações extremas, em que adolescentes não conseguem, por exemplo, respirar direito, ou sofrem com a exclusão social que leva a prejuízos psicológicos. O motivo da opção prioritária pela não intervenção cirúrgica de imediato está relacionado aos eventuais danos psicológicos em pessoas tão jovens, além da questão da estrutura óssea em formação – explicou Pitombo.

 

O jovem Luiz Alberto Kron, de 21 anos, começou a ser acompanhado pelo programa aos 17 anos, quando tinha 136 quilos, mas só aos 18 fez a cirurgia. O rapaz, que mede 1,75m, perdeu 70 quilos em cerca de oito meses.

 

– Passaria por tudo novamente. Hoje, estou mais disposto – disse o paciente.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.