Tecnologia no combate a Dengue no Rio de Janeiro

Mensagens de texto para celular vão trazer orientações sobre sinais e sintomas da doença
 

 

 

O serviço de envio de SMS está mais uma vez sendo usado pela Secretaria de Saúde em benefício da população. A partir de agora, pacientes que derem entrada nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) com suspeita de dengue passarão a receber mensagens de texto em seus celulares com orientações sobre sinais e sintomas, reforçando os pontos mais importantes sobre o curso clínico da doença.

 

Atualmente, 28 UPAs participam do projeto, e a previsão é de que até o fim do primeiro semestre deste ano todas as 52 UPAs do estado estejam enviando as mensagens. Até agora, mais de5 mil pacientes já receberam as mensagens, totalizando cerca de 31 mil torpedos enviados.

 

Durante seis dias consecutivos, os pacientes com suspeita de dengue receberão diariamente textos diferentes que estão relacionadas à evolução da doença. O objetivo da iniciativa é relacionar o conteúdo das mensagens com o possível desenvolvimento da dengue.

 

– A ideia é manter o paciente informado sobre sintomas, a evolução do quadro clínico da dengue e a importância de cuidados como não se automedicar e aumentar a hidratação – explicou o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde, Alexandre Chieppe.

 

As UPAs que estão participando do projeto são Maré, Irajá, Santa Cruz, Bangu, Campo Grande I e II, Belford Roxo, Tijuca, Duque de Caxias, Ricardo de Albuquerque, Botafogo, Cabuçu, Marechal Hermes, Sarapuí, Ilha do Governador, Taquara, Penha, Realengo, Engenho Novo, São Gonçalo I e II, Fonseca, Itaguaí, São João de Meriti, Nova Iguaçu II, Nilópolis, Copacabana e Mesquita.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.