Estado realiza ação para erradicar subregistro no Rio

Foi oferecida primeira via de Certidão de Nascimento e abertura processo para registro tardio de nascimento
 

O município de Seropédica recebeu no sábado (18/05), o Mutirão de Erradicação de Subregistro de Nascimento e Ampliação do Acesso a Documentação Básica, realizado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos. O evento – que conta com o apoio da prefeitura de Seropédica, da Defensoria Pública, do Detran RJ, do Cartório de Registro Civil, do SINE e da Junta Militar – acontece na Escola Municipal Panaro Figueira até às 16h.

 

 

No local, foram oferecidos serviços como retirada de primeira via de Certidão de Nascimento, abertura de processo para retirada de registro tardio de nascimento, além de Carteira de Identidade, CPF e Certificado de Reservista. A prefeitura também disponibiliza serviços de aferição de pressão arterial e inclusão no Cadastro Único. Há ainda oficinas de corte de cabelo, artesanato, manicure e depilação.

 

 

Ao longo do dia – que também marca a Campanha Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – cinco ônibus transportam moradores dos bairros Nazaré, Carretão, Canto do Rio, Santa Alice e Jardim Maracanã até o local do mutirão. A expectativa é que cerca de 1.500 pessoas sejam atendidas no evento.

 

 

 

A dona de casa Regiane Gomes, de 26 anos, levou seus três filhos, com idades de 2,4 e 7 anos, para tirarem a certidão de nascimento tardia. A moradora de Seropédica, que só recentemente obteve sua própria certidão de nascimento, acha que o mutirão ajudará a agilizar o processo para a retirada dos documentos das crianças: “Quero tirar a certidão de nascimento dos meus filhos para que eles possam ter sua cidadania garantida. Sem esse documento, tenho dificuldades para levá-los ao médico, dentista e matriculá-los em escolas. Não pude resolver isso antes por falta de informação. Quero aproveitar esse mutirão para receber orientação correta e resolver esse problema. Também tirei minha certidão de nascimento recentemente e não quero que meus filhos passem pelas mesmas dificuldades e limitações que eu”, disse Regiane.

 

 

Patrícia Santos, de 27 anos, também compareceu ao evento com o objetivo de obter a certidão de nascimento de sua filha Natália, de 10 anos. A moradora de Seropédica perdeu todos os seus documentos numa enchente, e por conta disso, não pôde dar entrada no registro da filha “Quero conseguir logo a certidão de nascimento da minha filha, que é um direito dela. Aqui, a gente recebe informações do cartório e da defensoria pública e já dá entrada no processo de obtenção do documento. Atualmente, a única identificação dela é a Carteira de Vacinação, e isso é muito preocupante. Sem a certidão, minha filha não é uma cidadã oficial e perde benefícios, como acesso a cursos públicos e bolsa-família.”, contou.

 

 

Já Rayane Teófilo, de 14 anos, aproveitou o mutirão para tirar sua carteira de Identidade e ficou feliz com a oportunidade. “Estou doida para tirar logo minha Carteira de Identidade, porque é um documento muito importante. Fico feliz em poder tirar o documento aqui hoje poque vou utilizá-la para me inscrever em um curso de francês.”

 

 

O secretário de Assistência Social, Zaqueu Teixeira, que compareceu ao evento, destacou a meta estadual em erradicar o subregistro de nascimento. “Em parceria com as prefeituras, o governo estadual quer identificar os locais onde existem pessoas sem o registro de nascimento. A cidadania começa na Certidão de Nascimento e queremos tornar todo o processo mais acessível e fácil para a população. O mutirão é útil porque reúne num só local os atores que dão orientação e ajudam as pessoas a obterem sua documentação básica e essencial para o exercício da cidadania. Queremos erradicar o subregistro de nascimento no Estado.”

 

 

Ação social também na Ilha do Governador

 

 

Moradores da comunidade de Tubiacanga, na Ilha do Governador, também participaram, neste sábado da ação social Cidadania – Direito de Todas. COm o apoio da Secretaria de Assistência Social em parceria com o Procon-RJ, Correios, Polícia Civil, Secretaria de Transportes, FIA e Fundação Leão XIII, o evento levou serviços como atendimento á mulher, emissão de Rio Card para idosos, crianças e estudantes, campanha de combate à exploração sexual de crianças, assessoria jurídica para consumidores, emissão de CPF, entre outros.

 

Informações da assessoria

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.