Governo do Estado inicia obra de esgotamento na Barra da Tijuca

Troncos e elevatória garantirão novas construções para os Jogos Olímpicos
 

O Governo do Estado, através da Nova Cedae, inicia nesta quinta-feira (23/05), às 11h, na Avenida Abelardo Bueno (entre o Hospital Sara e o Shopping Metropolitan-Barra), obra orçada em R$ 60 milhões. Em conjunto com outras intervenções em execução, a melhoria deve atingir a marca de 100% de esgoto tratado na Barra da Tijuca até 2016. Atualmente, a cobertura é de 85%.

 

 

 

 

Com recursos provenientes da Secretaria do Ambiente, através do Fecam (Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano), o novo projeto de esgotamento sanitário beneficia diretamente as regiões da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, ainda não conectadas ao sistema formal da companhia, além dos novos empreendimentos imobiliários previstos e em construção no bairro. As obras têm previsão de término até o final de 2015.

 

“O projeto, que atende aos compromissos firmados com o Comitê Olímpico Internacional (COI), consiste na construção de um Tronco Coletor na Avenida Abelardo Bueno e das construção das novas elevatórias Ollof Palme, com capacidade para bombear 450 litros de esgoto por segundo, e a Elevatória Olímpica, para 1,1 mil litros de esgoto por segundo.”, explicou o presidente da Cedae, Wagner Victer.

 

O programa de saneamento da Barra da Tijuca e Jacarepaguá é integralmente realizado com recursos do Governo do Estado. Todas as intervenções feitas visam atingir, até 2016, a marca de 100% de esgoto tratado na Barra da Tijuca. A Cedae colocou em operação o Emissário Submarino, em 2007, e a Estação de Tratamento de Esgotos da Barra da Tijuca, em 2009, e nos últimos cinco anos inaugurou 20 Estações Elevatórias de Esgoto na região.

 

A companhia realizou a interligação com o sistema formal de esgotamento sanitário de quase todos imóveis da orla da Barra da Tijuca (85%), de grande parte do Recreio dos Bandeirantes (70%) e da baixada de Jacarepaguá (60%), tratando seus resíduos e dando destino adequado através do Emissário Submarino da Barra da Tijuca.

 

Informações da assessoria

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.