Governo estadual promove encontro com 92 municípios para ampliar adesão ao SAERJ

Atualmente, 57 municípios fluminenses já utilizam o sistema de avaliação que monitora a qualidade do ensino na rede estadual
 

O governo estadual reuniu, nesta segunda-feira, no Palácio Guanabara, prefeitos e secretários de Educação dos 92 municípios fluminenses com o objetivo de incentivar a adesão das prefeituras ao Sistema de Avaliação da Educação Básica do Estado do Rio de Janeiro (SAERJ). Atualmente, 57 municípios já utilizam a avaliação que monitora a qualidade do ensino na rede pública estadual e ajuda na formulação de políticas educacionais.

 

Representando o município de São Pedro da Aldeia no evento – que aderiu ao SAERJ no mês de abril – o secretário de Educação da cidade, Evaldo Bittencourt, enfatizou a importância do sistema para a produção de um diagnóstico preciso sobre o nível de qualidade do ensino púbico.

 

“Adotar um método científico como o SAERJ, que fornece a medição exata do que o aluno aprendeu e daquilo que ele não aprendeu, sinaliza um grande avanço para a educação pública fluminense. Com os resultados da avaliação, o professor vai ter ferramentas para ajudar os alunos e replanejar suas aulas de acordo com as necessidades da turma. Estamos aguardando os resultados do último exame, em abril, para saber como melhoraremos o sistema de educação no nosso município. Esse é um método de avaliação maravilhoso oferecido pelo Estado. São Pedro da Aldeia não teria condições de criar e custear por conta própria um sistema assim.”, disse Bittencourt.

 

A secretária de Educação do município de Araruama, Berta Antunes aproveitou a solenidade para dar entrada no processo de adesão da cidade da Região dos Lagos ao SAERJ.

 

“O muito interessante para nosso município receber essa iniciativa e estamos aderindo ao projeto. O Saerj é um método útil para aferir melhor nossos alunos, e a partir disso, poderemos ver onde temos que melhorar. Essa avaliação vai ajudar a elevar a qualidade da educação em Araruama.”

 

O governador Sérgio Cabral afirmou que a mobilização entre os municípios fluminenses vai propiciar um diagnóstico amplo sobre a qualidade da educação no Estado:

 

“O Saerj é um sistema da maior importância que permite que avaliar o aproveitamento dos alunos do estado. Sem isso, não há condições de saber para onde vamos. Um dos benefícios da avaliação é poder estabelecer metas e diagnosticar os erros e acertos da rede, e saber no que precisamos avançar. Por isso, é preciso que haja um entrosamento e mobilização entre todos os municípios. Isso vai fornecer um diagnóstico da educação no Estado.”, disse Cabral.

 

O Secretário de Educação, Wilson Risolia, ressaltou que a expectativa é que, cada vez mais, municípios adotem o sistema de avaliação estadual.

 

“Nosso sonho é que, em pouco tempo, todos os municípios adotem o SAERJ e façam essa avaliação juntos na mesma data. No último exame, foram um milhão e meio de provas realizadas e acho que temos grandes chances de aumentar esse número e virarmos a página da educação no Estado. Essa avaliação é condição sine qua non para saber a necessidade dos alunos em todo o Rio de Janeiro.”

 

No encontro, o vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, destacou que a troca de experiência entre as prefeituras contribui para a melhoria na qualidade de ensino estadual:

 

“A troca de experiências entre os municípios só traz benefícios para a rede de ensino. Por isso, as prefeituras devem estimular as cidades vizinhas a aderirem ao Saerj. A educação no Rio de Janeiro só vai melhorar se trabalharmos todos juntos. Essa é uma guerra que só venceremos juntos. Só assim melhoraremos a qualidade do ensino público no Estado.”

 

Governo do Estado

0 comentários