Linha 4: nova fase de intervenções começa em Ipanema

Obras ajudarão a viabilizar a construção da Estação Jardim de Alah
 

Começou neste sábado (11/5) uma nova fase das intervenções no trânsito da Zona Sul do Rio para as obras da Linha 4 do Metrô (Ipanema – Barra da Tijuca). Para viabilizar a construção da Estação Jardim de Alah, será necessário interditar temporariamente um trecho da Avenida Borges de Medeiros, na altura da Av. Ataulfo de Paiva, no Leblon.

 

Os veículos provenientes da Barra da ou do Túnel Rebouças deverão agora acessar o Jardim de Alah pela Av. Epitácio Pessoa. Os motoristas que vierem do Leblon e quiserem seguir para Ipanema poderão cruzar a ponte construída sobre o Jardim de Alah, e seguir pela Rua Redentor.

 

O trecho da Borges de Medeiros entre a R. Prof. Antônio Maria Teixeira e a Lagoa terá mão invertida, da praia para a Lagoa. A Avenida Epitácio Pessoa (lateral do Jardim de Alah), também terá a mão invertida entre a Lagoa e a praia. A Av. Henrique Dumont passa a operar no sentido Lagoa em toda sua extensão.

 

Tráfego bloqueado e proibição de estacionamento

A pista interna do Jardim de Alah, na Avenida Borges de Medeiros entre a Rua Professor Antônio Maria Teixeira e a Av. Ataulfo de Paiva, será bloqueada. Borges de Medeiros terá um trecho interditado temporariamente na altura da Av. Ataulfo de Paiva.

 

Para melhorar a fluidez do tráfego na região, será proibido estacionar em alguns trechos das ruas Aníbal de Mendonça e Garcia D’Avila, entre 6h e 21h. Com as mudanças no trânsito da Avenida Epitácio Pessoa e Borges de Medeiros o trajeto dos ônibus foi alterado.

 

Intervenções vão até 2014

As intervenções no Leblon para as obras da Linha 4 do Metrô foram iniciadas em novembro de 2012, com o fechamento de dois trechos da Av. Ataulfo de Paiva, entre a R. General Venâncio Flores e a Av. Bartolomeu Mitre e entre as aveni¬das Afrânio de Melo Franco e Borges de Medeiros. A previsão é de que os pontos interditados sejam liberados em meados de 2014.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.