Polícia Civil lança cartilha de prevenção à pedofilia

Iniciativa ajudará a identificar quando crianças se tornam vítimas de violência sexual
 

Com o objetivo de dar mais visibilidade ao combate e prevenção à pedofilia, a Polícia Civil, através da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) lançou nesta quinta-feira (16/05), a cartilha virtual A criança e o adolescente – quais medidas devemos tomar para evitar que sejam vítimas de pedofilia?. O lançamento ocorre às vésperas do Dia Nacional do Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no dia 18 de maio.

 

A publicação foi inspirada no livro “Marianinha: a menina que botou a boca no trombone”,escrito pelo psicólogo da DCAV, Emerson Brant, policial responsável por tomar os depoimentos dos menores e verificar comportamentos que possam caracterizar a violência sexual. O manual traz de forma simples e direcionada orientações aos pais e familiares com formas de prevenir e combater o abuso sexual contra menores de idade.

 

Para o titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima Marcelo Braga Maia, a iniciativa vai ajudar aos responsáveis a identificar sinais de que um menor está sendo vítima de pedofilia. “Esperamos que a cartilha ajude na prevenção do crime, por que quando a polícia toma conhecimento do fato, geralmente o crime já ocorreu. O que queremos é que os pais e familiares saibam identificar as alterações comportamentais dos filhos antes de os abusos começarem”, afirmou o delegado.

 

O Dia Nacional do Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi criado através de Lei federal em maio de 2000. A data foi escolhida para lembrar a toda sociedade brasileira o caso que ficou conhecido como “Crime Araceli”, quando a menina Araceli Cabrera Sanches , de oito anos de idade foi estuprada e assassinada em Vitória, no Espírito Santo, em 1973. O silêncio de testemunhas do fato permitiu que os autores desta violência nunca fossem punidos.

 

A cartilha virtual está disponível para download no site da Polícia Civil: www.policiacivil.rj.gov.br, ou através de solicitação enviada para o email: dcavsesop@gmail.com.

  

Informações da assessoria

0 comentários