Prefeitura assina contratos do Sistema de Transporte Público Local na Zona Sul

Rocinha e Vidigal serão os primeiros bairros contemplados com os veículos padronizados, com GPS e integrados ao Bilhete Único Carioca
 

A Prefeitura deu mais um passo no trabalho de reordenamento do sistema de transportes coletivos no Município do Rio de Janeiro e realizou nesta sexta-feira (17/05) a cerimônia de assinatura dos contratos do primeiro lote licitado no Sistema de Transporte Público Local (STPL), que vai atender os bairros da Rocinha e Vidigal, na Zona Sul. Essas são as primeiras localidades a receber a nova estrutura do sistema de transportes, com veículos padronizados e integrados ao Bilhete Único Carioca. As duas primeiras linhas deste novo serviço farão o percurso São Conrado – Jardim de Alah, com duas rotas circulares, uma via Rocinha e outra via Avenida Niemeyer.

O evento foi realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, e contou com a presença do secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio, do coordenador especial de Transporte Complementar da Prefeitura do Rio, delegado Cláudio Ferraz, e dos 66 novos permissionários, que já começarão a operar a partir deste sábado (18/05). Na ocasião, foram apresentados os novos veículos e os permissionários receberam um Código Disciplinar com novas regras, direitos e deveres da categoria.

– Esse é o início de uma nova caminhada, a oportunidade de escrever uma nova página no sistema de transporte da cidade, de fazer diferente, de marcar a história e de elevar a qualidade do serviço para a população. Esse é um novo sistema, que substitui o antigo das vans convencionais, e terá novas regras e novos equipamentos, que vão garantir mais qualidade, conforto e segurança ao usuário, e melhores condições de trabalho ao operador – afirmou o secretário Osorio.

O novo serviço entra em vigor amanhã e vai funcionar no período de 24 horas, em dois turnos (2h às 14h e 14h às 2h), todos os dias da semana, proporcionando melhoria na mobilidade dos cidadãos. As novas vans contam com GPS e validador de Bilhete Único, o que vai permitir aos usuários fazer duas viagens num período de duas horas ao custo de apenas uma passagem no valor de R$ 2,75, mesmo preço dos ônibus. O objetivo é integrar as vans a outros meios de transporte de maior capacidade (como ônibus, BRT, trens e metrô) na cidade.

Além disso, os novos veículos possuem identidade visual padronizada, com escala de cores variável de acordo com a área de atuação. Na Rocinha e no Vidigal a cor amarela terá destaque, enquanto na Zona Oeste a cor vermelha irá predominar. Na Zona Norte a cor será a verde e o azul será usado na região de Barra e Jacarepaguá.

Para o bom funcionamento do STPL, a Secretaria Municipal de Transportes criou um Código Disciplinar específico que estabelece as regras para funcionamento do sistema e penalidades no caso de seu descumprimento. Dentre as penalidades está, por exemplo, a proibição de comunicação sonora, com ou sem auxílio de equipamentos, pelos condutores ou auxiliares para chamar passageiros. Além disso, cada linha também terá um acordo operacional próprio que estabelece as condições de operação e atuação de cada permissionário.

No novo sistema, todos os pontos de parada serão previamente definidos e sinalizados e os permissionários também terão uniformes com identificação e tipo sanguíneo do motorista.

– Vamos manter e intensificar as fiscalizações para que sejam cumpridas todas essas regras que passam a vigorar a partir de amanhã. Quem não respeitar o Código Disciplinar específico para a atividade será penalizado e a prefeitura já atua efetivamente nas ruas para impedir que os códigos sejam violados e garantir que as leis sejam cumpridas. E o GPS nas vans vai nos ajudar muito nessa fiscalização, pois saberemos onde as vans estão e se estão circulando nos locais corretos – destacou o delegado Claudio Ferraz.

Para Flávio Neri, presidente da cooperativa Cooper Zona Sul, que vai fazer o trajeto pela Rocinha, a assinatura dos contratos representa uma nova realidade para a vida dos passageiros e dos motoristas:

– Hoje é um dia de muita felicidade para a nossa categoria. É a oportunidade de mudar o trânsito na cidade. Além disso, vai trazer muitos benefícios para nós, que agora somos legalizados, e também para os usuários, pois vai integrar o sistema a outros meios de transporte – disse.

Ao todo estão em processo de licitação sete lotes, que correspondem a sete áreas de planejamento distintas, abrangendo um universo de 80 linhas a serem operadas com veículos apropriados às demandas e à estrutura física do sistema viário das regiões beneficiadas. O STPL terá permissionários individuais (pessoas físicas) que deverão firmar, para cada linha licitada, um acordo operacional para fazer cumprir as exigências do Poder Público. Cada permissionário terá direito a dois auxiliares por veículo e a permissão é válida por 10 anos. O resultado da licitação para os demais lotes será divulgado até o início do mês de junho.

As novas linhas somam-se às 63 já licitadas na Zona Oeste aumentando a capilaridade da rede de transportes do Rio. O STPL consolida o transporte complementar na cidade melhorando a qualidade do serviço prestado à população nas áreas mais carentes de transporte coletivo, oferecendo segurança, conforto e regularidade.

Confira abaixo os itinerários das novas linhas:

Linha 1
1.1 – VISTA: SÃO CONRADO – JARDIM DE ALAH (VIA AV.NIEMEYER) CIRCULAR
1.2 – ITINERÁRIO: Estrada da Gávea (próximo à Rua Tenente Francisco Mega), Estrada da Gávea, Autoestrada Lagoa – Barra (pista sentido Barra da Tijuca), retorno próximo à Estrada do Joá, Autoestrada Lagoa – Barra (pista sentido Lagoa), Autoestrada Lagoa – Barra, Rua Engenheiro Amandino de Carvalho, Avenida Prefeito Mendes de Moraes, Avenida Niemeyer, Avenida Delfim Moreira, Avenida Epitácio Pessoa, Avenida Borges de Medeiros, Rua Gilberto Cardoso, Praça Nossa Senhora Auxiliadora, Rua Mário Ribeiro, Avenida Bartolomeu Mitre, Rua Marquês de São Vicente, Estrada da Gávea, Estrada da Gávea (próximo à Rua Tenente Francisco Mega).

Linha 2

1.1 – VISTA: SÃO CONRADO – JARDIM DE ALAH (VIA ROCINHA) CIRCULAR
1.2 – ITINERÁRIO: Estrada da Gávea (próximo à Rua Tenente Francisco Mega), Estrada da Gávea, Rua Cedro, Rua Mary Pessoa, Rua Marquês de São Vicente, Rua Arthur Araripe, Rua Padre Leonel Franca, Retorno sob a pista da Autoestrada Lagoa – Barra, Avenida Padre Leonel Franca, Rua Mário Ribeiro, Avenida Borges de Medeiros, Avenida Delfim Moreira, Avenida Visconde de Albuquerque, Avenida Niemeyer, Largo da Macumba, Estrada da Gávea, Rua Cedro, Rua Mary Pessoa, Estrada da Gávea, Estrada da Gávea (próximo à Rua Tenente Francisco Mega).

 

Prefeitura do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.