São Paulo sedia a 3ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente

As inscrições para a 3ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente estão abertas, com vagas limitadas
 

Nos dias 10 e 11 de junho, o Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) realizará sua 3ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente. O evento será no Hotel Intercontinental (Al. Santos, n.º 1123 – Jardim Paulista), na capital paulista, e reunirá renomados profissionais do setor e palestrantes com grande experiência no Brasil e no exterior. As inscrições já estão abertas.

 

De acordo com a organização do evento, que conta com o apoio do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), cerca de 400 participantes devem estar presentes nos dois dias. Durante o encontro, serão debatidos importantes temas, como: A convergência para as normas internacionais IFRS; A aplicação prática das IFRS; A utilização das normas de auditoria em entidades de pequeno e médio portes; A lei de prevenção a crimes de lavagem de dinheiro e a responsabilidade do profissional da contabilidade; As perspectivas do mercado de auditoria no Brasil e no mundo e A importância da educação continuada, entre outros.

 

“A Conferência foi criada em 2011, como parte das comemorações dos 40 anos do Ibracon, porque a Diretoria Nacional notou que era de extrema importância para o setor criar um fórum para discutir assuntos ligados à contabilidade e à auditoria independente, as perspectivas para o futuro e a modernização da profissão de acordo com as necessidades atuais da sociedade. As duas edições foram um sucesso e a expectativa para este ano é ainda maior”, diz Eduardo Pocetti, presidente do Ibracon.

 

Entre os temas que serão analisados no primeiro dia, figura a responsabilidade do profissional contábil na Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro, que tem gerado muitos debates. Sancionada em 2012, a Lei nº 12.683 incluiu os profissionais e as organizações contábeis no rol de responsáveis, com dever de prestar informações ao Coaf. Essa alteração atendeu aos tratados internacionais de prevenção e combate à lavagem de dinheiro e já está presente na legislação de diversos países. Representantes do CFC, da Fenacon e do Ibracon compuseram uma comissão para discutir e preparar uma regulamentação para auxiliar os profissionais no atendimento à lei. Este trabalho já resultou na minuta de resolução enviada ao Coaf para apreciação e sugestões do órgão.

 

Neste painel estão confirmadas as presenças de César Almeida, coordenador geral do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf); Enory Luiz Spinelli, vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC; Guilherme Bottrel Pereira Tostes, vice-presidente Região Sudeste da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon); e Marco Aurelio Fuchida, superintendente do Ibracon. A mediação será de Cláudio Gonçalo Longo, coordenador do Comitê de Normas de Auditoria e membro da Comissão Nacional de Normas Técnicas do Ibracon.

 

Neste mesmo dia, o palestrante internacional Daniel Montgomery, vice-presidente do International Auditing and Standards Board (IAASB), da Federação Internacional de Contadores (IFAC), discorrerá a respeito de “Projeto sobre o novo relatório dos Auditores”. A palestra abordará diversos pontos importantes deste Projeto que estão em discussão, como a análise das contribuições recebidas durante a consulta pública realizada pelo IAASB no ano passado e o andamento dele no âmbito da IFAC.
Um dos destaques do segundo dia da Conferência (11/6) será o painel “Aplicação Prática das IFRS”, apresentado por Amaro Gomes, membro do Board do Comitê Internacional de Contabilidade (IASB). Hoje, as Normas Internacionais de Contabilidade, emitidas pelo IASB, são uma fonte de referência para as práticas contábeis mundiais e já são adotadas por mais de 100 países, incluindo o Brasil. Este debate será coordenado por Idésio Coelho, diretor da Área Técnica do Instituto, e terá Verônica Cunha de Souto Maior, vice-presidente Técnica do CFC, e Paulo Roberto Gonçalves Ferreira, gerente de Normas Contábeis da CVM, como debatedores.

 

Outro assunto relevante deste dia será debatido na palestra “Relatório Integrado”. Essa proposta surgiu a fim de unificar os relatórios, reduzindo o número de documentos a serem feitos pelas companhias, principalmente depois de elas também passarem a elaborar e divulgar seus relatórios de sustentabilidade. O projeto tem sido fortalecido pelo Comitê Internacional de Relatório Integrado (IIRC, em inglês), que sugere um modelo único que integre tanto o relatório de desempenho econômico e financeiro quanto o de atividades socioambientais e o de Governança Corporativa.

 

No Brasil, este projeto é coordenado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio de um comitê também formado por membros da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Ibracon, entre outros órgãos reguladores e entidades. Os palestrantes deste tema serão Sandra Guerra, presidente do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e membro do conselho do IIRC, e Vânia Borgerth, assessora da Presidência do BNDES, com a coordenação de Carlos Sousa, Diretor de Desenvolvimento Profissional do Ibracon.

 

As inscrições para a 3ª Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente estão abertas, com vagas limitadas. Elas incluem a participação nos dois dias da Conferência (dia 10/6, das 8h00 às 18h00, e 11/6, das 8h30 às 16h30), materiais, Coffee-breaks e Certificado de Participação, mediante a confirmação da presença. Para acessar a programação completa e também se inscrever, basta acessar o site do evento: www.ibracon.com.br/conferencia.

 

Assesoria

0 comentários