Shale gas e manufatura digital são temas de debate na FIRJAN

Evento gratuito em comemoração ao Dia da Indústria terá ainda exposição e oficinas sobre manufatura digital
 

 

O Sistema FIRJAN realiza nesta quinta-feira, dia 23, em comemoração ao Dia da Indústria, o evento Indústria do Futuro – Futuro da Indústria, que terá painéis, exposição e oficinas sobre shale gas (gás de xisto) e manufatura digital. O objetivo é apresentar e debater os temas que podem tornar as empresas brasileiras mais competitivas. O evento é gratuito e as vagas são limitadas. Os interessados devem fazer as inscrições antecipadamente, através do endereço www.firjan.org.br/futurodaindustria.

 

 

O debate “Os impactos do shale gas na matriz de custos da indústria americana e seus efeitos sobre a competitividade global e brasileira” terá apresentação do diretor da Divisão de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da Energy Information Administration (EIA), do governo dos Estados Unidos, Michael Schaal; e do vice-presidente da empresa de consultoria IHS na América Latina, Robert Fryklund. Em seguida, o debate terá a participação do diretor-presidente da Braskem, Carlos Fadigas; do diretor da Energia do Rio, Luiz Carlos L. Costamilan; e do presidente do Conselho Empresarial de Energia do Sistema FIRJAN, Armando Guedes.

 

 

Estudo divulgado na última segunda-feira, dia 20, pelo Sistema FIRJAN mostra que a tarifa média do gás para a indústria no Brasil é de US$ 17,14/MMbtu, enquanto nos Estados Unidos o valor é de US$ 4,45/MMbtu, por conta do advento do shale gas (gás de xisto). Essa diferença representa, para a indústria brasileira, gasto adicional de US$ 4,9 bilhões por ano. O objetivo do encontro é debater quais medidas podem ser tomadas para reduzir o custo do gás para a indústria brasileira, tornando-as mais competitivas.

 

 

Já o painel sobre manufatura digital abordará as mudanças provocadas por novas tecnologias de produção, como a impressão 3D, com a participação do diretor do Centro de Inovação Industrial Fraunhofer e professor de Engenharia Mecânica da Universidade de Boston, Andre Sharon. Em sua apresentação, mostrará as principais tecnologias que servirão de base para o futuro industrial. Completam o painel o diretor de Engenharia de Manufatura da Embraer, Francisco Neto; o diretor geral da área de Fabricação da GE na América Latina, Ricardo Mônico; e o vice-presidente do Sistema FIRJAN, Carlos Mariani Bittencourt.

 

 

Exposição e oficinas sobre manufatura digital

A exposição apresentará como exemplo todo o processo produtivo de determinado objeto, do projeto à produção, utilizando elementos da manufatura digital. O objetivo é mostrar que a nova forma de produção pode aumentar a competitividade empresarial. Entre os benefícios estão a melhoria da qualidade, baixo custo, redução de tempo e realização de diversas fases da produção de forma simultânea.

 

 

Na manufatura digital são utilizadas tecnologias de computação avançada para empregar técnicas de modelagem e simulação para engenharia, teste, projeto e produção. Na exposição, a fase de concepção do produto será feita através de softwares e hardwares, disponibilizados pelo SENAI do Rio, para a visualização e teste das ideias que serão aplicadas no processo de manufatura. Na etapa de projeto, em que o detalhamento técnico é realizado, serão feitos testes virtuais. Ao final, técnicos farão a prototipagem, com a impressão 3D dos objetos, que serão entregues aos visitantes.

 

 

As oficinas abordarão o tema para empresários da construção civil, têxtil e confecção, metalmecânica e indústria criativa. A ideia é apresentar casos práticos da aplicação da manufatura digital.

 

 

EVENTO: INDÚSTRIA DO FUTURO – FUTURO DA INDÚSTRIA
DATA: QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013
LOCAL: SEDE DO SISTEMA FIRJAN – AV. GRAÇA ARANHA, 1, CENTRO – RIO DE JANEIRO

HORÁRIOS:

9H30 ÀS 12H – OFICINAS

9H30 ÀS 18H – EXPOSIÇÃO “REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DA MANUFATURA DIGITAL”

14H – PAINÉIS SIMULTÂNEOS – SHALE GAS E MANUFATURA DIGITAL

 

 

0 comentários