Estado amplia parcerias do programa dupla escola

Treze novas instituições privadas e entidades da sociedade civil ingressaram no projeto
 

O programa Dupla Escola, coordenado pela Secretaria de Educação, estabeleceu parcerias com 13 novas instituições privadas e entidades da sociedade civil para ampliar o trabalho realizado na rede estadual de ensino. Os convênios vão contemplar as áreas de Tecnologia, Portos, Idiomas (Inglês, Francês, Espanhol, Turco e Mandarim), Serviços/Gastronomia, Saúde/Biotecnologia e Telecomunicações. Entre os parceiros estão Microsoft; Nissan; Ministério da Cultura e Esportes da Espanha; Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)/Instituto Confucius; Consulado Geral da França;grupo Axis Biotec; e Superintendência de Escolas Públicas do Condado de Prince George, em Maryland, nos Estados Unidos.

 

 

Criado em 2008 pelo Governo do Estado, o Dupla Escola tem o objetivo de agregar ao Ensino Médio competências indispensáveis para a vida profissional e pessoal dos alunos. O programa oferece ensino em tempo integral aos estudantes que têm a formação básica, mas recebem conteúdo extra que é transmitido por profissionais gabaritados em diversas áreas.

 

“É uma alegria participar desta solenidade de ampliação do programa Dupla Escola. Acho que é um passo a mais. A gestão é processo e estamos diariamente conquistando novos ganhos. Hoje, temos uma rede estruturada”, disse o governador Sérgio Cabral, que participou da solenidade acompanhado do vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão.

De acordo com o secretário de Educação, Wilson Risolia, as novas parcerias serão fundamentais para fortalecer ainda mais o programa, que já funciona em oito unidades e cuja meta será atender toda a rede de Ensino Médio em 10 anos.

 

“Estas parcerias trazem investimentos importantes. Quanto mais parceiros agregados, melhor. Os resultados já estão aparecendo. As instituições do Dupla Escola são aquelas que têm o melhor desempenho na rede. A nossa meta é que, em 10 anos, 100% da rede de Ensino Médio seja do Dupla Escola”, explicou o secretário.

 

Para a supervisora de Línguas Internacionais do Condado de Prince George, Maria Flores, a parceria com o Rio de Janeiro para a realização de cursos de Inglês garantirá o desenvolvimento de alunos e professores.

 

“Vamos dividir nossas melhores práticas com estudantes, que se tornarão cidadãos globais. Também trabalharemos com a capacitação de professores. Queremos dar oportunidades para que os alunos da rede pública possam se preparar para o mercado e para a vida em sociedade. Estamos abrindo portas para o desenvolvimento de muitos jovens”, afirmou Maria Flores.

 

Presidente do Grupo Axis Biotec, empresa do setor de Biotecnologia, Eduardo Cruz comemorou a assinatura.

 

“A biotecnologia só se desenvolve se tivermos mão de obra capacitada. Esta parceria com a Secretaria de Educação nos dá a chance de contribuirmos para a formação de novos técnicos. A formação de um técnico em Biotecnologia dura cerca de dois anos”, ressaltou o presidente.

 

A Pontifícia Universidade Católica e o governo chinês também estão entre os parceiros do Dupla Escola. As entidades vão oferecer curso de Mandarim.

 

“A PUC-Rio representa o Instituto Confucius no Rio de Janeiro, que é financiado pelo governo chinês para difundir a língua e a cultura do país no mundo”, explicou a coordenadora central de Cooperação Internacional da universidade, Rosa Marina de Brito Meyer.

 

Para a aluna do Colégio Estadual Chico Anysio, Lívia de Paula Baptista, 15 anos, que assistiu à cerimônia com outros colegas de turma, o programa Dupla Escola deve ser incentivado e apoiado por cada vez mais empresas.

 

“É um programa que prepara a gente para a vida. Este apoio de instituições privadas e entidades é essencial. Que bom que o governo está tendo mais parceiros”, disse a jovem.
 

 

Governo do Estado

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.