MPRJ obtém condenação de PMs da Operação Dezembro Negro

A condenação tem por base as investigações que culminaram na Operação Dezembro Negro, realizada em dezembro de 2011
 

Com base na denúncia do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), o juiz da 2ª Vara Criminal de São Pedro da Aldeia, Região dos Lagos do Rio, condenou 11 policiais militares e outras 13 pessoas relacionadas ao tráfico de drogas no Complexo da Maré, Zona Norte da cidade, e nos morros do Bumba, em Niterói, e da Coruja, em São Gonçalo. A condenação tem por base as investigações que culminaram na Operação Dezembro Negro, realizada em dezembro de 2011. Na ocasião, policiais militares foram presos acusados de receber propina para não reprimir a chegada de entorpecentes nas comunidades que serviam como entreposto até o envio das drogas para toda a Região dos Lagos.

 

 

Os policiais foram denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado  (GAECO) e condenados por tráfico e associação para o tráfico na forma omissiva. Os demais foram condenados por tráfico e associação para o tráfico. OS PMs foram condenados a 10 anos e oito meses de prisão e à perda da função pública. Os outros acusados cumprirão penas que variam de quatro a 14 anos de prisão ou prestação de serviços à comunidade.

 

 

De acordo com a denúncia oferecida à Justiça, as investigações conduzidas pelo GAECO e pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo identificaram que a distribuição de drogas na Região dos Lagos tem origem no Complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro, passando por entrepostos nas favelas da Coruja e do Bumba, antes de seguir para a Região dos Lagos. O ponto principal de distribuição é a cidade de São Pedro da Aldeia. Ainda de acordo com a denúncia, os homicídios relacionados ao tráfico em São Pedro da Aldeia se intensificaram após o processo de pacificação do Complexo do Alemão pelo Estado.

 

 

0 comentários