Niterói recebe recursos do Ministério das Cidades para obras de contenção de encostas

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, participou da assinatura do termo de compromisso para as obras em Niterói
 

Três áreas com risco de deslizamento nas comunidades do Caramujo, da Caixa D’Água e do Morro do Holofote, em Niterói, região metropolitana do Rio, vão receber um total de R$ 25 milhões para 16 obras de contenção de encostas. O Ministério das Cidades vai liberar R$ 23,8 milhões e o restante será repassado pela prefeitura.

 

 

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, apesar de ocupar o oitavo lugar em arrecadação, o município não investiu em obras para melhorar a qualidade de vida dos moradores. A prefeitura não construiu nenhuma casa e não fez obras de contenção desde a tragédia de abril de 2010, no Morro do Bumba, que deixou 56 mortos, destacou Neves. O Programa de Contenção de Encostas “foi minha primeira prioridade ao assumir o governo para evitar que tragédias como aquela voltem a ocorrer no município”, disse.

 

 

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, participou da assinatura do termo de compromisso para as obras em Niterói. Segundo ele, o Programa de Prevenção a Desastres Naturais (PPDN) foi criado recentemente pela presidenta Dilma Rousseff e está sendo estendido a todo país. O programa é prioridade para o governo federal porque tem como finalidade “preservar a vida e a segurança das pessoas”, explicou.

 

 

Aguinaldo Ribeiro disse ainda que há um outro contrato, no valor de R$ 777 milhões, que o ministério deve assinar no segundo semestre com a prefeitura de Niterói para obras de mobilidade urbana, como a criação do Corredor Expresso da Transoceânica e a pavimentação e drenagem da região oceânica do município.

 

Agência Brasil

0 comentários