Obras para grandes eventos esportivos deixam legado para o Rio

Despoluição da Baía de Guanabara está entre as intervenções
 
Importantes obras de infraestrutura se espalham pelo Rio e fazem parte do pacote de benefícios que os Jogos Olímpicos vão deixar para a cidade. O edital de licitação para a recuperação do Complexo Lagunar da Barra e Jacarepaguá já foi lançado, e o recebimento das propostas vai até o dia 11 deste mês. A Baía de Guanabara conta com uma série de ações para reduzir o despejo de esgoto e despoluir as suas águas. Já a Linha 4 do metrô vai transportar, a partir de 2016, mais de 300 mil pessoas por dia e retirar das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico.
 
 
Com o objetivo de desassorear as lagoas da região e garantir a revitalização ambiental da área, as intervenções na Barra e Jacarepaguá devem contar com um investimento de cerca de R$ 650 milhões. 
Segundo o subsecretário de Projetos e Intervenções Especiais da Secretaria do Ambiente, Antonio Da Hora, as obras vão contemplar as quatro lagoas da região: Marapendi, Tijuca, Camorim e Jacarepaguá.
 
 
“Primeiro, vamos parar de poluir. Será feito um trabalho de coleta, condução, tratamento e emissário. Também vai haver a instalação de estações de tratamento de rua e 90% de toda a carga orgânica será tratada. Vamos dar vida às lagoas e renovar a vegetação do entorno – explicou Da Hora.
 
 
Quem também está ganhando vida nova é a Baía de Guanabara. Com um plano batizado de Guanabara Limpa, da Secretaria do Ambiente, o cartão-postal conta com uma série de ações para reduzir o despejo de esgoto. Entre as intervenções estão a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alegria e o esgotamento sanitário em Itaboraí.
 
 
O fechamento dos lixões no entorno da baía já significou uma interrupção do despejo de chorume nas águas. Além disso, dentro do Programa Sena Limpa – que prevê melhorias em seis praias – duas da baía são contempladas: Bica, na Ilha do Governador, e Urca.
 
 
Mais de 4,7 mil metros  de túneis escavados
 
 
As obras da Linha 4 do Metrô estão com mais 4,7 mil metros de túneis escavados entre a Barra e a Gávea. A Estação Jardim Oceânico está sendo construída no canteiro central da Avenida Armando Lombardi. As paredes de contenção estão concluídas, e a escavação do corpo da estação foi iniciada.  No subsolo ao lado da Estação General Osório, o túnel onde o Tatuzão será montado é preparado. A máquina fará a escavação dos túneis de Ipanema até a Gávea.
 
 
Mais conforto e segurança.
 
 
A entrega do Maracanã é uma das principais obras para a Copa do Mundo e as Olimpíadas. O estádio passou a oferecer para os torcedores o máximo em conforto e segurança. As arquibancadas estão mais próximas do campo de jogo, com um avanço de 14 metros, entre outras melhorias. O estádio agora tem capacidade de público para 78.838 pessoas, com todos os assentos numerados. A nova arena abriga cinco pavimentos, divididos em quatro setores.
 
 
Governo do Estado

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.