PLANTÃO BARRA: Mais um protesto no Centro do Rio

Manifestantes tomaram escadarias da Câmara Municipal de Vereadores
 

Plantão com fontes

 

 

Na segunda, dia 24, mais uma vez, cerca de 2 mil manifestantes, segundo a Polícia Militar, tomaram algumas ruas do centro. O protesto chegou a fechar a Avenida Rio Branco, no trecho entre a Avenida Almirante Barroso e a chegada à Cinelândia, mas a via já foi totalmente liberada. Desta vez o protesto terminou na Câmara dos Vereadores.

 

 

 

A passeata, que teve como ponto de encontro a Candelária, seguiu pacífica, e acreditem, terminou em música. Cerca de 20 manifestantes, por volta das 21h30 cantavam e tocavam instrumentos em frente à Câmara.

 

 

Segundo o comandante do 5º BPM, 350 homens fizeram o reforço da segurança, espalhados por diferentes pontos, como estação das barcas, Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e Cinelândia, próximo do Teatro Municipal. Também foi feito um cordão de isolamento da PM em frente ao prédio da Prefeitura do Rio.

 

Trajeto da manifestação

O grupo saiu da Candelária pouco depois das 17h, e a Avenida Presidente Vargas precisou ser momentaneamente fechada para as pessoas atravessarem as faixas, em direção à Cinelândia. Apesar de o protesto ter sido pacífico, um homem foi detido, suspeito de soltar um rojão durante o ato. Ele foi encaminhado para a 5ª DP (Mem de Sá).  Um grupo de mascarados, que acompanhavam o ato, também foi cercado por policiais, que revistaram sacolas e mochilas.

 

 

Durante todo o protesto, os PMs foram pressionados pelos manifestantes, a agir sem violência.

 

 

Outros pontos do Rio

Em Bonsucesso bandidos praticaram assaltos em série, destruíram uma loja do Mc Donald’s e, durante perseguição do Bope aos criminosos, um homem foi morto na comunidade Nova Holanda.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.