Prefeitura realiza fiscalização em empresas de ônibus para checar circulação de coletivos urbanos com ar-condicionado

A Prefeitura solicita que a a população colabore e denuncie irregularidades por meio da Central de teleatendimento 1746, informando dia, horário, local e número da linha
 

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, deu início na madrugada desta segunda-feira, dia 3, ação de fiscalização de transportes com o objetivo de verificar a regularidade da circulação dos ônibus urbanos com ar-condicionado no primeiro dia útil da implantação da tarifa única na cidade do Rio de Janeiro.

 

 

Neste momento, as equipes de fiscalização da SMTR estão realizando a operações simultâneas nas garagens das empresas de ônibus dos quatro consórcios operadores do sistemas de ônibus na cidade: Intersul, Internorte, Santa Cruz e Transcarioca. O objetivo dos fiscais é aferir se a frota de ônibus urbanos com ar-condicionado está circulando conforme o determinado.

 

 

 

Participam da ação 40 agentes entre fiscais da SMTR e auxiliares de fiscais, guardas municipais com treinamento em transportes e policiais militares. Esta ação será realizada durante ao longo dessa semana nas 44 garagens de ônibus da cidade. O Rio de Janeiro possui 800 ônibus urbanos com ar-condicionado, de uma frota de cerca de 9.000 coletivos. 

 

 

 

Pelo decreto municipal publicado na ultima sexta feira, os ônibus urbanos com ar-condicionado passaram a adotar a tarifa modal básica praticada pelos ônibus urbanos sem ar-condicionado. Com isso, a cidade terá apenas uma tarifa para todos os ônibus urbanos, em vez das seis tarifas distintas em estavam  vigor ate o final do mês de maio. A medida beneficia cerca de cinco milhões de passageiros por mês que viajam em ônibus urbanos com ar-condicionado e poderão economizar até R$ 3 por viagem.  

 

 

 

A instituição da tarifa única garantirá que a cidade atinja o objetivo de integração plena do sistema de ônibus urbanos por meio do Bilhete Único Carioca (BUC). Os cariocas poderão fazer qualquer integração ônibus/ônibus por meio do BUC pagando apenas a tarifa modal básica. Com a instituição da tarifa única na cidade, apenas os ônibus rodoviários com ar-condicionado (frescões) terão tarifa diferenciada.

 

 

 

 

 

 

Secretaria Municipal de Transportes

0 comentários