Resultados do IDE-Rio 2012 mostram avanço da educação

62% das unidades municipais avaliadas melhoraram o desempenho com relação a 2011
 

Das 961 escolas da rede municipal de ensino avaliadas no Índice de Desenvolvimento da Educação (IDE-Rio) de 2012, 62% (596) melhoraram seu desempenho em comparação ao ano anterior. Desse total, 430 atingiram as metas de melhoria do ensino estabelecidas e receberão o Prêmio Anual de Desempenho. O IDE-Rio foi lançado em maio de 2009, baseado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), que é medido em todos os municípios brasileiros através da Prova Brasil, uma avaliação externa aplicada pelo Ministério da Educação (MEC) para os alunos do 3º e 7º anos.

 

Em 2012, O IDE-Rio foi de 4,9 para os Anos Iniciais (1º ao 5º anos) e de 4,5 para os Anos Finais (6º ao 9º anos), enquanto que em 2011 a taxa foi de 4,6 e de 4,5, respectivamente. Nas Escolas do Amanhã os índices aumentaram de 4,2 (2011) para 4,6 (2012) para os Anos Iniciais e de 4,1 (2011) para 4,2 (2012) para os Anos Finais. No Ginásio Experimental Carioca (6º ao 9º anos), a marca foi de 5,3 em 2012 e 5,2 em 2011.

 

“Estamos muito satisfeitos com os resultados no IDE-Rio. Avançamos, com 62% das nossas escolas apresentando uma melhoria no desempenho em relação à avaliação anterior. Sabemos que ainda temos muito trabalho pela frente, mas estamos avançando para dar um salto de qualidade na educação carioca”, disse a secretária municipal de Educação, Claudia Costin.

 

Na avaliação dos Anos Iniciais, das dez escolas com melhores notas na cidade, seis são da Zona Oeste (três em Santa Cruz, uma na Barra da Tijuca, uma Curicica e uma em Padre Miguel), três da Zona Norte (duas na Pavuna e uma em Ricardo de Albuquerque) e uma em São Cristóvão, região central do Rio.  As melhores dos Anos Finais também estão localizadas, em sua maioria, na Zona Oeste.

 

Os resultados revelam ainda a elevação da qualidade do ensino e do desempenho de alunos em escolas situadas em regiões conflagradas (áreas de risco ou pacificadas) da cidade. Das 150 Escolas do Amanhã avaliadas no IDE-Rio 2012, 79 unidades (53% do total) atingiram as metas e também serão premiadas.

 

O Ciep Professor Lauro de Oliveira Lima, antigo Ciep 301 Lindolfo Collor, é um exemplo. Localizada na comunidade de Rio das Pedras, em Jacarepaguá, esta unidade foi a terceira melhor escola nos Anos Finais e a primeira colocada entre as Escolas do Amanhã nos Anos Finais. A fórmula do sucesso do crescimento no IDE-Rio é explicada pela diretora da unidade, Heloisa Teixeira:

 

“Atribuo todo esse resultado ao bom trabalho que desempenhamos aqui na escola, com a utilização de apostilas e cadernos pedagógicos, e o enriquecimento do conhecimento através dos livros do MEC. Além disso, temos uma equipe de profissionais nota mil, muito empenhados. Também desenvolvemos o projeto “Capoeira na escola”, em que trabalhamos com a diversidade cultural, incluindo atividades voltadas para a geografia, matemática, português e ciências, focando num aprendizado de forma lúdica. As crianças pensam que estão brincando e se divertindo, mas, na verdade, estão aprendendo.”

 

O IDE-Rio possibilitará que o pagamento do Prêmio de Desempenho seja feito anualmente, uma vez que o IDEB é medido a cada dois anos. O prêmio – equivalente a um salário – deverá ser pago a todos os servidores das escolas que atingiram as metas do IDE-Rio 2012. Para os profissionais que trabalham nas Escolas do Amanhã, o prêmio corresponde a um salário acrescido de 50%. 

 

As escolas que não tiveram bom resultado serão monitoradas pela Secretaria Municipal de Educação, com o objetivo de recuperar e melhorar o seu desempenho, além das ações já previstas para a toda a rede municipal, como um programa forte e contínuo de reforço escolar para corrigir os déficits de aprendizagem.

 

Entre as ações da Prefeitura do Rio para melhorar o desempenho na rede municipal estão o fim da aprovação automática; o início da implantação de programas como o Ginásio Experimental Carioca (GEC), que atende alunos do 7º ao 9º Ano em horário integral, com mais tempo de aulas de português, matemática, ciências e inglês; a Educopédia, que oferece aulas digitais e interativas para professores e alunos com conteúdo curricular abordado de forma lúdica e prática; e a implantação do Turno Único, com sete ou oito horas de aulas, e que vai alcançar 35% dos alunos ao final de 2016.

 

Prefeitura do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.