Rio coordenará ações de segurança na Copa das Confederações

Centro Integrado de Comando e Controle é o mais moderno da América do Sul
 

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) passou pelo primeiro grande teste operacional ontem, com a abertura oficial do Maracanã. Inaugurado na última sexta-feira (31/05), suas instalações e equipamentos fizeram toda observação da segurança de áreas estratégicas para o amistoso entre a seleção brasileira e a Inglaterra, primeiro evento do estádio com capacidade total de público. Erguido na Cidade Nova com um custo de R$ 104,5 milhões – 70% do Estado e 30% da União –, o prédio de quatro andares vai realizar todo monitoramento das demandas cotidianas da cidade e dos grandes eventos que o Rio sediará.

 

 

A estrutura abrigará as polícias Militar, Civil e Federal, o Corpo de Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Guarda Municipal, a Defesa Civil e a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (Cet-Rio).

 

Na Copa das Confederações, o CICC servirá como base de coordenação das ações de segurança pública nas seis cidades-sede. Impactado com a funcionalidade e tecnologia empregada, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que o centro é exemplo para o mundo.

 

– Nunca a segurança pública brasileira teve um espaço dessa natureza, com todas as forças dialogando entre si para tomar decisões velozes. O Rio terá papel central na articulação das seis cidades-sede na Copa das Confederações. É um legado que vai ficar para a sociedade – disse Cardozo.

 

Do CICC, representantes das forças policiais poderão acompanhar o que acontece no estado por um telão de cinco metros de altura por 17 de comprimento, com 98 monitores LED. Nesta primeira fase, voltada para a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, funcionará o terceiro andar, com a sala de acompanhamento de grandes eventos. Também poderá ser utilizada a área de gerenciamento de crises.

 

Os serviços de teleatendimentos da PM, do Samu, do Corpo de Bombeiros e da PRF estarão em funcionamento no CICC 24 horas por dia a partir do segundo semestre. O Ministério da Justiça também entregará mais equipamentos ao governo estadual, como ônibus que servirão como centros de controle móveis.

 

O mais moderno da América do Sul

 

Inspirado em modelos integrados de segurança adotados em Londres, Nova Iorque, México, Istambul e Madri, o Centro Integrado de Comando e Controle reúne o que há de mais avançado em termos de construção e tecnologia. Referência no Brasil pela modernidade da concepção e funcionalidade do prédio, o espaço se preocupou com a sustentabilidade e com o meio ambiente.

 

Com 2.600 metros quadrados, 10.625 metros quadrados de área construída e erguido em estrutura metálica, com
cerca de 1.200 toneladas, o CICC possui quatro pavimentos. No térreo, recepção, segurança e auditório. No primeiro pavimento, intitulado Pavimento Técnico, há salas de treinamento e a “sala segura”, voltada para o armazenamento e manutenção dos servidores de computação.

 

O segundo pavimento abriga o Centro Integrado de Operações, onde estarão os serviços de teleatendimento que irão receber as chamadas relativas a segurança, bombeiros, resgates médicos e rodovias federais. Neste espaço fica o Vídeo Wall, as 98 telas de LED de 55 polegadas, com 17 metros de largura por cinco metros de altura. O CICC oferece 668 postos de trabalho, sendo 224 postos de teleatendimento.

 

No terceiro andar fica a sala de acompanhamento de grandes eventos e a área de gerenciamento de crises. Na cobertura, foi instalado o heliponto, com capacidade de carga de 4,5 toneladas para receber aeronaves de até 12 passageiros. Toda a edificação atende as normas de acessibilidade, permitindo acesso de pessoas com necessidades especiais de maneira autônoma e segura em todos os ambientes.

 

Governo do Estado

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.