Dois membros do grupo Mídia Ninja são detidos em manifestação no RJ

Os jornalistas reclamam de arbitrariedade
 

Dois jornalistas do grupo Mídia Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação) que acompanhavam os protestos em frente ao Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro, foram presos. Um deles estava em frente à 9.ª Delegacia de Polícia (Catete) apurando porque o colega foi detido quando foi abordado por um tenente.

 

Crédito:Reprodução
Repórteres da Mídia Ninja foram presos durante protesto no Rio

 

 

Segundo o portal iG, o policial disse que o jornalista era suspeito de incentivar as manifestações e queria levá-lo para averiguações. Uma advogada interveio e ele chegou a afirmar que o repórter não estava detido e que poderia sair da delegacia se quisesse.

 

 

Logo depois, o policial recebeu uma ligação e anunciou a prisão do repórter. “O major Nunes mandou levar ele”, disse. A detenção foi transmitida ao vivo e o telefone que o jornalista utilizava foi apreendido. Em seguida, o policial anunciou: “Quem passar mensagem pelo celular será preso”.

 

 

0 comentários