Governo do Rio abre novo concurso para auditor fiscal

Secretaria de Fazenda oferece 100 vagas para novos profissionais
 

concurso auditorA Secretaria de Fazenda vai realizar novo concurso para auditores fiscais da Receita Estadual. Serão 100 vagas e o salário-base inicial é R$ 13.186,76, um dos maiores do país. O concurso foi autorizado e publicado no Diário Oficial de 18 de abril. A organizadora do concurso é a Fundação Carlos Chagas.

Desde 2007, foram nomeados 599 auditores visando reforçar a excelência dos serviços da secretaria e suprir o grande déficit que havia nesta categoria, além de aumentar o quadro da atividade-fim da pasta. Em 2007, também foi feito o primeiro certame, após 18 anos sem ampliação do quadro de auditores.
 

A Secretaria de Fazenda, além dos cinco concursos para auditores fiscais, já realizou dois concursos para a categoria de Oficial de Fazenda e criou a categoria de Analista de Finanças Públicas. No total, nos últimos seis anos, foram empossados 877 servidores. A meta é realizar novos concursos periodicamente para o preenchimento de 100 vagas cada.
 

Entre as atribuições dos auditores fiscais está o exercício das atividades de tributação, fiscalização, arrecadação, cadastro, planejamento e informações econômico-fiscais da Secretaria de Fazenda. Ou seja, é o auditor fiscal que garante o ingresso, nos cofres públicos, dos recursos essenciais à manutenção da máquina estatal e aos investimentos capazes de promover o desenvolvimento socioeconômico do estado.
 

Neste novo concurso, a secretaria alterou o conteúdo e as disciplinas avaliadas, incluindo, por exemplo, Inglês e Direito Penal. O concurso contará com duas provas, ambas de caráter eliminatório e classificatório e serão realizadas em dois domingos subsequentes.
 

Na Prova 1, serão abordadas as seguintes disciplinas com o número de questões correspondentes: Língua Portuguesa (20); Língua Inglesa (10); Administração e Informática (26); Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos e Auditoria (20); e Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil e Direito Penal (24). Na Prova 2, as matérias que deverão ser estudadas são: Direito Empresarial/Comercial, que terá 12 questões; Economia e Finanças Públicas, com 18; Matemática Financeira, Estatística e Raciocínio Lógico, com 24; e Direito Tributário, Legislação Tributária e Legislação das Receitas não Tributárias, que somam 46 questões. O valor da inscrição é de R$ 180.

 

Governo do Rio

0 comentários