Governo federal pode auxíliar população do Rio atingida por rompimento de adutora

Segundo o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, o governo do estado ainda não solicitou ajuda federal, pois a Defesa Civil municipal tem tido condições de dar resposta às ocorrências
 

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, informou nesta quarta-feira (31/07) que o governo federal vai dar assistência ao Rio de Janeiro no que for solicitado, em relação aos desastres na capital carioca nos últimos dois dias, em que foram rompidas uma adutora na zona oeste da cidade, na terça-feira (30/07), e uma tubulação de água, no início da manhã desta quarta-feira. Bezerra participou nesta manhã do Bom Dia, Ministro, programa produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

 

“Estamos em contato permanente com as autoridades do Rio. O que for solicitado, vamos atender, sobretudo nos momentos iniciais. Já estamos trabalhando com assistência e socorro à população. Se houver alguma solicitação financeira e de orientação, vamos analisar”, disse o ministro. Segundo ele, o governo do estado ainda não solicitou ajuda federal, pois a Defesa Civil municipal tem tido condições de dar resposta às ocorrências.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras do Rio de Janeiro, o rompimento da tubulação que aconteceu nesta quinta-feira, teria sido causado por uma retroescavadeira por volta das 6h. O acidente com a adutora, ontem, provocou a morte de uma criança de 3 anos, deixou 17 feridos e mais de 140 pessoas desabrigadas. Ambas as tubulações são da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).

 

Agência Brasil

0 comentários