Grupo que estava acampado em frente a casa do governador é retirado

Os manifestantes foram levados para a 14ª DP
 

 

 

Um grupo de 15 manifestantes, que estava acampado no cruzamento da Avenida Delfim Moreira com a Rua Aristides Espínola, no Leblon, Zona Sul da cidade, próximo ao prédio onde mora o governador Sérgio Cabral, foi retirado por policiais militares na madrugada desta terça-feira, dia 2 de julho. Na ação, um homem foi detido por desacato à autoridade e dano ao patrimônio público. Ele pagou fiança e foi liberado. Na 14ª DP (Leblon), o grupo reclamou de truculência da polícia.

 

De acordo com os manifestantes, os policiais chegaram por volta das 2h30, no momento em que a maioria deles dormia. Todo o material usado no acampamento foi levado para a delegacia. O pintor Jair Rodrigues, de 37 anos, foi detido, após ter reagido à prisão.

 

Apesar da desocupação, alguns manifestantes continuaram no local, protegidos embaixo de marquises. Segundo o grupo, a manifestação vai continuar até que eles sejam atendidos pelo governador Sérgio Cabral.

 

Com uma lista de reivindicações, os manifestantes estavam no local desde o dia 21 de junho, quando ocuparam as vias com barracas e colchonetes, cobrando uma reunião com o governador. Durante a ocupação, a Avenida Delfim Moreira foi interditada na altura da Rua Aristides Espínola, no sentido São Conrado. Na ocasião, o trânsito foi desviado pela Avenida Ataulfo de Paiva e pela Rua Humberto de Campos.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.