Hospitais de Campanha superam a marca de 100 mil atendimentos

Mais de 28 mil pessoas já foram beneficiadas nas unidades móveis da Saúde apenas este ano
 

Implantados no estado em novembro de 2009, os Hospitais de Campanha da Secretaria de Saúde ultrapassaram a marca de 100 mil atendimentos. Montados em 28 locais diferentes, inclusive em apoio ao estado de Alagoas, as estruturas médicas já receberam 104 mil pacientes desde o início do serviço. Só este ano, mais de 28 mil pessoas já foram atendidas nas unidades.

 

Hospitais de Campanha superam a marca de 100 mil atendimentos

 

De acordo com o coordenador de Hospitais de Campanha, Luiz Otávio Gaspar, a estrutura já foi montada em situações de emergência epidemiológica e na Região Serrana, além de ter sido solicitada para auxiliar o município de Santana do Mandaú (AL), após a enchente de 2010.

 

“Os diferenciais são a mobilidade e a pronta resposta. Já atuamos em casos de epidemia e em regiões alagadas pelas chuvas. Passamos de 100 mil pacientes desde 2009. Não há no mundo quantidade que se compare à nossa neste curto tempo”, disse Gaspar.

 

As estruturas médicas podem contar com sala de cirurgia de média complexidade, até cinco consultórios, salas de observação, aparelhos de Raios-X e leitos de unidade intensiva. As unidades têm 400 metros quadrados, mas podem chegar até a 900 metros quadrados.

 

Além de atuar em situações de calamidade, os Hospitais de Campanha podem ser montados em substituição a uma unidade de saúde, como no caso de Iguaba Grande, na Região dos Lagos. A estrutura vai atender pacientes até setembro, enquanto o posto passa por reformas.

 

Equipamento funcionará na JMJ

 

Dois Hospitais de Campanha serão montados durante a Jornada Mundial da Juventude. Segundo Gaspar, haverá um posto adaptado em uma escola em Copacabana, na Zona Sul, e uma estrutura tradicional em Guaratiba, na Zona Oeste.

 

“Em Guaratiba, vamos montar unidade com uma sala de cirurgia, tomógrafo, quatro leitos de unidade intensiva e dez para pacientes em estado intermediário”, afirmou Gaspar.

 

Governo do Estado

0 comentários