Inea promove Consulta Pública sobre Reserva Extrativista Marinha de Itaipu

Proposta de Resex preserva meio ambiente e atende a antiga demanda de pescadores na Região Oceânica de Niterói
 

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) promove, na próxima terça-feira (30/7) consulta pública para debater com a sociedade a proposta de criação da Reserva Extrativista Marinha de Itaipu. Com cerca de 3.950 hectares, a Resex Marinha de Itaipu abrangerá áreas marinhas de Itacoatiara, Itaipu, Camboinhas, Piratininga e o espelho d´água da Lagoa de Itaipu, na Região Oceânica do Município de Niterói (RJ).

 

As Reservas Extrativistas são unidades de conservação previstas pelo Sistema Nacional de Unidade de Conservação da Natureza (Snuc). Como características gerais, esta categoria representa áreas de domínio público com uso concedido à população tradicional extrativistas, geridas por Conselho Deliberativo e que permitem o uso sustentável dos recursos naturais e a implementação de estruturas voltadas para a melhoria de qualidade de vida das comunidades envolvidas.

 

O processo de criação desta Resex partiu da demanda da população extrativista de pescadores artesanais e tradicionais da região, que vêm discutindo, desde 1989, a proposta que será colocada para debate público, e que visa ao equilíbrio entre a exploração autossustentável e à conservação dos recursos naturais renováveis através das suas práticas e costumes nessa região.

 

Os limites propostos para a Resex Marinha de Itaipu incluem áreas que são de alta relevância da pesca, podendo assim manter as praticas e os costumes tradicionais.

 

A consulta é aberta a todos os interessados, que poderão ser informados sobre a importância e os objetivos da unidade de conservação proposta e oferecer sugestões que visem ao seu aperfeiçoamento.

 

Governo do Rio

0 comentários