Prefeito de Porto Alegre critica Zero Hora e propõe jornal de graça

O prefeito sugeriu ainda que o jornal abra mão de seu lucro e seja distribuído de graça
 

José Fortunati, prefeito de Porto Alegre, escreveu um artigo em seu blog criticando o conteúdo da reportagem “O custo do passe livre”, publicada ontem em ZH. O prefeito sugeriu ainda que o jornal abra mão de seu lucro e seja distribuído de graça. 

 
 
 
De acordo com o Zero Hora, o jornal ouviu especialistas para saber se seria viável conceder passe livre para estudantes e desempregados, segundo exigência dos ocupantes da Câmara de Vereadores, e cita que “a possibilidade existe”, mesmo com muitas divergências sobre de que forma e a que custo.
 
 
 
 
A reportagem também apresentava argumentos de quem defende e de quem discorda da possibilidade de ser permitido passe livre para estudantes e desempregados, mostrou números sobre o aumento da tarifa e o déficit da Carris e de alternativas levantadas pelo Ipea pra baixar o preço das passagens.
 
 
 
 

Fortunati afirma em seu texto que o ZH defende passe livre para estudantes e desempregados. Porém, o editorial com a opinião da empresa, publicado na mesma edição, sustenta que “o passe livre tem muito de utopia e ingenuidade, pois as fontes de recursos imaginadas para zerar a tarifa para estudantes e desempregados não se sustentam na realidade”.

 
 
 
 

O prefeito diz também que “o acesso à leitura também deva ser um item básico da cesta do trabalhador” e escreve, de forma irônica, que consultou especialistas para saber se seria possível distribuir jornal de graça.

 

 

 

– “É claro”, me responderam os especialistas. “Basta cortar um pouco os lucros dos empresários.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.