Procon monta postos de atendimento nos aeroportos e rodoviária na JMJ

Unidade prestará serviço em Copacabana e Disque 151 passou a funcionar por 24 horas
 

procon aeroportoPara estar mais próximo dos visitantes que chegam ao Rio para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon) montou postos de atendimento do Procon-RJ nos aeroportos Galeão e Santos Dumont, e na Rodoviária Novo Rio. Até o dia 30 de julho, das 7h às 19h, advogados e atendentes bilíngues da TurisRio estarão à disposição para orientar o público.

 

 

Nos três postos, as principais queixas têm sido de atrasos, problemas no embarque, extravio de bagagem e má prestação de serviço. Os servidores concedem orientação e, quando possível, já formalizam os dados para adiantar o atendimento do consumidor quando ele procurar um posto fixo para dar continuidade ao processo de reclamação.

 

 

– Se ele já tiver determinados documentos, já oficializamos a reclamação. Caso não tenha, damos todas as informações necessárias para nos procurar depois. Mas acabamos dando orientações gerais, e não apenas as ligadas à defesa do consumidor – disse o advogado Raphael de Freitas, de plantão no Aeroporto Santos Dumont.

 

 

Informações sobre direitos básicos

Além das orientações dos advogados, o público recebe folhetos de informações turísticas e um com menu de direitos básicos do consumidor em hotéis, bares, restaurantes, lanchonetes e bares.

 

 

Para complementar o serviço para a JMJ, duas vans do Procon-RJ Móvel farão atendimento nos dias 23, 25 e 28, das 13h às 23h, em dois pontos de Copacabana: na Praça do Lido e em frente ao Hotel Copacabana Palace. Além disso, o Disque 151 do Procon-RJ passou a funcionar 24h para receber as queixas dos turistas que vierem ao Rio para a Jornada.

 

 

Os agentes da fiscalização começaram a percorrer o bairro de Copacabana vistoriando bares, hotéis e restaurantes na Operação “Papa Tudo”. Somente no primeiro dia da ação, que começou nesta quarta-feira (17/7), 15 estabelecimentos foram multados. No Rondinella, na Avenida Atlântica, os fiscais flagraram 70 litros de chopp vencido sendo vendido aos consumidores.

 

Governo do Rio

0 comentários